TRÁFICO DE DROGAS

Líder de facção criminosa é preso durante ação da Rota em Mongaguá

Foragido desde fevereiro, 'Batata' coordenava o tráfico de drogas em Paraisópolis, na capital paulista, e foi preso neste sábado (29)

Redação
Publicado em 30/06/2024, às 08h34 - Atualizado às 10h33

FacebookTwitterWhatsApp
Prisão ocorreu após trabalho de inteligência da Polícia Militar - Imagem ilustrativa/Divulgação
Prisão ocorreu após trabalho de inteligência da Polícia Militar - Imagem ilustrativa/Divulgação

Policiais militares da Rota prenderam, no sábado (29), em Mongaguá, no litoral sul de São Paulo, um integrante da alta cúpula de uma facção criminosa, foragido desde fevereiro. 'Batata', como é conhecido, era procurado por tráfico de drogas e foi localizado após trabalho de inteligência da Polícia Militar (PM).

A prisão ocorreu no Jardim Marabá, durante uma confraternização familiar. Segundo informações da PM, Batata ocupa função de destaque na organização criminosa, sendo responsável por coordenação de várias atividades ilícitas da facção, entre elas, o tráfico de drogas em Paraisópolis, na capital paulista.

Siga o Costa Norte no WhatsApp e receba as principais notícias do litoral de São Paulo

Batata chegou a ser condenado a 10 anos de prisão, após ter sido flagrado com cocaína. Após quatro anos preso, ele foi solto em junho do ano passado, por uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que anulou a condenação. Dois meses depois, o STJ voltou atrás e restabeleceu a condenação.

Com informações de Secretaria de Segurança Pública de SP - SSP-SP

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!