CARNAVAL

Escolas de samba X-9 e Brasil agora são patrimônios imateriais de Santos

Texto da lei diz que ambas conquistaram o título graças à importância de seus enredos artístico-histórico-culturais de Santos

Rodrigo Florentino
Publicado em 06/06/2024, às 14h40 - Atualizado às 15h15

FacebookTwitterWhatsApp
A agremiação X-9 é a maior vencedora do carnaval santista, com 19 títulos - Tadeu Nascimento
A agremiação X-9 é a maior vencedora do carnaval santista, com 19 títulos - Tadeu Nascimento

Escolas de samba tradicionais do Carnaval de Santos, a Brasil e a X-9, tornaram-se patrimônios imateriais da cidade. A titulação foi agraciada por meio da  Lei nº 4.491, sancionada pelo prefeito Rogério Santos e  publicada no Diário Oficial do Município, no dia 3 de junho. As duas escolas conquistaram a qualificação com base na importância de seus enredos  artístico-histórico-culturais da cidade. A lei decorre do Projeto de Lei nº 309/2021, de autoria do vereador Danilo Alves da Conceição (PT).

Com isso, fica garantida a participação das duas escolas de samba como especiais, em concursos com recursos da prefeitura, desde que obtenham 70% da pontuação necessária.

Acesse nosso canal no WhatsApp

Títulos

Fundado em 1º de maio de 1944, o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X-9 é do bairro do Macuco e venceu o grupo especial do carnaval santista 19 vezes. Já o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Brasil foi fundado em 31 de março de 1949, no bairro Aparecida, e conquistou 16 títulos, além de um, do Carnaval de São Paulo, em 1954.

Rodrigo Florentino

Rodrigo Florentino

Formação e faculdade: Comunicação Social (Jornalismo) - Universidade Santa Cecília (Unisanta)

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!