SAÚDE EM PG

Saiba como fazer testes rápidos para doenças sexuais em Praia Grande

Além dos testes, também é possível adquirir medicamentos de prevenção às ISTs; o atendimento na cidade ocorre de segunda a sexta-feira

Redação
Publicado em 19/06/2024, às 10h33

FacebookTwitterWhatsApp
O CTAP e o SAE, que realizam os testes, ficam na rua Cidade de Santos, 89, 1º andar, no Boqueirão - Divulgação/Richard Aldrin/Prefeitura de Praia Grande
O CTAP e o SAE, que realizam os testes, ficam na rua Cidade de Santos, 89, 1º andar, no Boqueirão - Divulgação/Richard Aldrin/Prefeitura de Praia Grande

O teste rápido para testagem de infecção sexualmente transmissível (IST), em Praia Grande, no litoral de São Paulo, pode ser feito em dois endereços, no Centro de Testagem, Aconselhamento e Prevenção (CTAP) e no Serviço de Assistência Especializada (SAE).

O CTAP disponibiliza exames gratuitos para HIV, sífilis e hepatites B e C, além de oferecer preservativos durante todo o ano. O centro também faz o encaminhamento de pacientes ao SAE, que possui uma equipe com infectologista, ginecologista, pediatra, farmacêutico, cirurgião-dentista, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais especializados em HIV/Aids, hepatites e ISTs. Gestantes e crianças fazem parte do público atendido no local. 

Siga o Costa Norte no Whatsapp e receba as principais notícias no litoral de São Paulo

Simone Correa de Lara, diretora do programa municipal de IST/Aids e hepatites virais de Praia Grande, explicou que o CTAP é a porta de entrada de todo o serviço. “Primeiro, a pessoa passa pelo CTAP para, em caso de diagnóstico positivo, ser encaminhada ao SAE. E o atendimento no CTAP é por livre demanda, ou seja, a pessoa pode ir durante o horário de funcionamento da unidade e realizar as sorologias para HIV, sífilis, hepatites B e C. Já o atendimento no SAE é feito por encaminhamento, seja pelo próprio CTAP, pela Usafa ou por uma unidade de pronto-atendimento. O SAE faz o acompanhamento do paciente com IST e outras infecções que necessitem de conduta do infectologista”, disse Simone.

A cidade ainda disponibiliza a profilaxia pré-exposição ao HIV (PrEP) e a profilaxia pós-exposição (PEP). A PrEP é indicada para pessoas que não convivem com o vírus e consiste no uso de medicamentos antirretrovirais, que podem ser usados antes de uma exposição ao risco, sendo priorizada para pessoas que vivem em situação de maior vulnerabilidade ao HIV. Já a PEP é feita como prevenção à mesma doença, por meio do uso de medicamentos em caso de exposição ao vírus (caso o preservativo saia ou rompa durante a relação, e para casos de violência sexual e acidentes ocupacionais). 

Simone Correa  orienta sobre o que deve ser feito depois de um caso de relação sexual desprotegida. “Pacientes que tiveram exposição ao vírus, por meio de sexo sem proteção, podem procurar o serviço para receber orientações. Tanto no caso da PrEP como da PEP, a pessoa faz as testagens e, se for o caso, passa em consulta, recebe os medicamentos e faz o acompanhamento sorológico”, explica a diretora.    

Tanto o CTAP, quanto o SAE ficam na rua Cidade de Santos, número 89, 1º andar, no bairro Boqueirão, onde o atendimento para a realização dos testes ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16 horas.

Com informações do site oficial da prefeitura de Praia Grande

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!