Proteção Animal

Noite de caldos em prol dos animais

A porção de caldo será vendida por R$ 5; a venda será revertida para o Projeto Agnes

Da Redação
Publicado em 25/06/2018, às 10h43 - Atualizado em 24/08/2020, às 03h39

FacebookTwitterWhatsApp
O projeto Agnes resgata animais de rua - Reprodução Photoangel/Freepik
O projeto Agnes resgata animais de rua - Reprodução Photoangel/Freepik

O grupo de voluntários de proteção animal, Projeto Agnes, promoverá no dia 8 de julho, a partir das 18 horas, o 2º Festival de Caldos, em prol da iniciativa. O evento, com entrada franca, será realizado na rua Engenheiro José Sanches Ferrari, 251A, no Jardim Vicente de Carvalho, em Bertioga. Aporção de caldo será vendida por R$ 5. 

No local, serão servidos caldos de feijão, de abóbora, de frango e o tradicional caldo verde, além de canjica, arroz-doce, cachorro-quente e quentão. Também haverá venda de refrigerantes e cervejas. A música ao vivo ficará a cargo de um dos padrinho do projeto, o músico Dimitre Barros. A Ótica Beach Golden rifará um par de óculos de sol durante o festival.

Projeto

O Agnes existe há, aproximadamente, um ano e recebeu esse nome em tributo à avó de uma das coordenadoras, Renata Ferraz, que explica: "O nome do projeto é em homenagem à minha avó, que faleceu há dois anos. Ela me ensinou a respeitar e ajudar os animais. Desde criança, eu a acompanhava com os animais que ela cuidava". Atualmente, o projeto é mantido com o apoio de voluntários e mantém cerca de dez bichinhos em lares temporários, pois o projeto ainda não possui canil. "Precisamos muito de um canil, e também de padrinhos ou madrinhas que possam ajudar com lar temporário. Sem isso, não conseguimos fazer tantos resgates". Renata conta que sempre ajudou animais de rua, e criou o Agnes com intuito de unir outras pessoas da cidade com a mesma missão.

Renata explica o funcionamento da iniciativa: "Nosso projeto não é uma ONG e não recebe nenhuma verba para se manter. Por isso, realizamos o festival e rifas, para arrecadação de dinheiro, pagamento de dívidas geradas nas clínicas e compra de medicamentos e ração, quando não conseguimos de doações".  Quando resgatados, os animais passam por uma triagem com um veterinário, para posterior encaminhamento para tratamento e castração. Somente depois desses procedimentos, eles são disponibilizados para doação. Os interessados em ajudar podem depositar qualquer quantia na Caixa Econômica Federal,  agência 0689, conta poupança 84075-0, em nome de Eduarda de Fátima Costa, CPF 348.784.828-77, operação 013. Mais informações pelo telefone (13) 98135 8369. 

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!