Chef Idolo Giusti fará aula show com degustação gratuita no Festival da Mata Atlântica

Costa Norte
Publicado em 01/06/2017, às 14h26 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h59

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Festival faz parte da programação da Semana do Meio Ambiente, com diversas atividades no final de semana

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a prefeitura  realiza a 9ª Semana de Meio Ambiente de Bertioga, uma programação especial iniciada na quinta-feira, 1º, e que segue até a próxima sexta-feira, dia 9, na qual estão incluídos o 4º Festival da Mata Atlântica e a Comemoração da Canonização do padre São José de Anchieta, neste final de semana. O Festival da Mata Atlântica traz como destaque o chef Idolo Giusti - da Giusti Eventos, de São Paulo. Ele fará uma aula show gratuita, com direito a degustação, no domingo, 4, às 16h, na Tenda de Eventos (ao lado do Parque dos Tupiniquins, na praia da Enseada).

Como o tema é a Mata Atlântica, os ingredientes também são nativos; assim Giusti usará cambuci, juçara e pimenta-rosa, entre outros orgânicos, para preparar na hora e ensinar a fazer a tachada da Mata Atlântica. “Além de uma combinação incrível de sabores, o juçara ainda empresta a cor roxa ao prato, promovendo um visual bem interessante”, conta o chef.  Seguindo a linha do evento, a comida do chef será servida em um criativo recipiente feito de folha de bananeira orgânica.

O Festival da Mata Atlântica, realizado em parceria com o Sesc Bertioga, conta com exposições diárias de produtos da Mata Atlântica, artesanato e feira de orgânicos de produtores de 10 cidades da Rota do Cambuci (Bertioga, bairro de Cambuci (SP), Mogi das Cruzes, Paraibuna, Paranapiacaba, Parelheiros, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, São Lourenço da Serra). Haverá, ainda, aulas de ioga (sábado, das 17h às 18 horas); feira de troca (domingo, das 9h às 18 horas ) e show da banda de forró Peixe Elétrico, às 19 horas desse sábado, 3.

Festejos a São José de Anchieta

A comemoração da Canonização do padre São José de Anchieta tem início nesse sábado, 3, data da canonização do jesuíta, a partir das 10 horas, com a chegada e bênção aos fiéis no Forte São João. Das 11h às 17 horas, tem a exposição da Relíquia - um pedaço do osso (fêmur esquerdo) do santo -, que continua no domingo, das 9h às 17 horas.

No domingo, tem missa na Igreja Matriz de São João Batista, às 19h30 (rua Júlio Prestes, 69), e procissão, a partir das 20h30. Os fiéis sairão da igreja em direção à orla do canal de Bertioga, onde poderão assistir a encenação do Milagre das Luzes, que acontece na outra margem, nas ruínas da Ermida do Santo do Guaibê, no município vizinho de Guarujá.

Padre José de Anchieta foi canonizado pelo papa Francisco, no dia 3 de abril do ano passado, e o dia 9 de junho marca seu aniversário de morte. A canonização aconteceu após um longo processo de mais de 400 anos. Nascido em 1534, na Espanha, José de Anchieta chegou ao Brasil em 1553, tendo passado pelos estados da Bahia, São Paulo e Espírito Santo. Em São Paulo, percorreu o litoral, catequizou índios, e se tornou amigo dos indígenas e colonizadores.

Foto: Ygor Carvalho

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!