Foragido, homem que matou ex-namorada em 2012 é preso em Bertioga

Costa Norte
Publicado em 05/08/2016, às 18h29 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h22

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

*Foto Divulgação

O supervisor Márcio Guilherme da Cunha, 40 anos, foi preso por homicídio qualificado, na tarde de sexta-feira, 5, em Bertioga. Ele é acusado de matar a ex-namorada Rosa Rosana Gonçalves, em Mogi das Cruzes, em 2012. Márcio estava foragido da Justiça e vivia aqui em Bertioga, onde montou uma loja de móveis personalizados, na rodovia Rio-Santos, no bairro Vista Linda.

De acordo com o tenente Henrique Moretti da Silveira Guedes, a polícia militar  fazia  patrulhamento para encontrar o acusado. "Nós o localizamos na avenida Anchieta, em frente ao Supermercado Semar. Ele estava seguindo a vida normalmente", declarou.

A vítima tinha 45 anos, quando foi encontrada morta dentro de seu carro, um Fiat Uno vermelho, na madrugada do dia 29 de dezembro, em uma ribanceira da Estrada das Varinhas. Rosana, como era conhecida, envolveu-se com o acusado afetiva e profissionalmente, em 2012; juntos, eles fundaram uma empresa de produtos de limpeza denominada M & R.

O casal separou-se após a descoberta de uma traição de Márcio, mas ele não aceitava o término e marcou um encontro com a vítima na noite do dia 28 de dezembro, para uma possível reconciliação. "Nesse encontro, ela acabou sendo encontrada morta e os principais suspeitos são o ex-namorado e a amante dele", detalhou o tenente. Márcio respondia em liberdade. Mas deixou de acompanhar o processo e foi tido como foragido.

Marina Aguiar

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!