Droga seria transportada para o exterior em embalagens de perfume

Costa Norte
Publicado em 23/01/2017, às 08h26 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h47

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto:Divulgaçaõ/PF

Nacional

Durante o fim de semana, entre os dias 20 e 22, a Polícia Federal apreendeu 17 quilos de drogas no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Nas ações, uma mulher e três homens, todos estrangeiros, foram presos. Um deles tentou embarcar com cocaína escondida em embalagens de perfume Cuba.

Na sexta-feira, 20, um venezuelano foi preso com quatro volumes, envoltos em lençóis, contendo quase um quilo de cocaína. O homem, de 23 anos, pretendia levar a droga para Viena na Áustria.

Um americano foi preso no sábado, 21, durante as inspeções aos passageiros no setor de imigração. Ao passar as bagagens de mão pelo raio-x foi identificada substância suspeita na estrutura de uma maleta. Os policiais fizeram um pequeno furo na lateral e localizaram a droga escondida, cerca de quatro quilos distribuídos em dois volumes. O homem, de 72 anos, iria embarcar em voo com destino ao Kwait e escala em Dubai nos Emirados Árabes.

No domingo, 22, foram feitas outras duas prisões. Uma paraguaia, de 18 anos, que iria embarcar em voo com destino a Muscat, Omã, tentou embarcar com cerca de três quilos de drogas em fundos falsos da mala. A polícia desconfiou da passageira durante a realização do check-in e resolveu passar a bagagem pelo raio-x, momento em que localizou a droga.

A última prisão ocorreu durante a inspeção nas bagagens de um guineense, de 19 anos, que chegou de Fortaleza e teve seu embarque negado para Joanesburgo na África do Sul. Em suas malas foram encontrados 140 frascos de perfume. Dentro de alguns frascos abertos não havia líquido e sim um pó branco. Os policiais federais foram acionados e conduziram o passageiro para realização de perícia no material. Os exames periciais deram positivo para cocaína, que foi localizada dentro de 123 frascos.

Todos foram conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça e responderão por tráfico internacional de drogas.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!