Divulgado retrato falado de dois suspeitos no roubo do Santander

Costa Norte
Publicado em 30/09/2016, às 09h46 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h32

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Divulgação O retrato falado de dois dos suspeitos de roubarem R$ 633.692,34, da agência do banco Santander, na região central de Bertioga, na quarta-feira, 28, foi divulgado pela Polícia Civil. O material foi elaborado pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6), em Santos, a pedido do delegado Sérgio Nassur. Quem tiver informações, pode ligar anonimamente pelos telefones 181 e (13) 3317 1411. Entenda o caso A agência do banco Santander, em Bertioga, localizada na avenida Anchieta, foi alvo de assalto no início da manhã de quarta-feira, 28. Um dos bandidos passou-se por cliente, para facilitar a entrada no local. De acordo com o boletim de ocorrência, ao abrir a porta do banco para o segurança, o gerente foi abordado por um indivíduo armado, que utilizava o caixa eletrônico, conseguindo, assim, entrar na agência. O vigilante também foi rendido por um segundo assaltante. Sob ameaça, o segurança foi orientado a colocar o uniforme e se portar de maneira natural para não levantar suspeitas. Segundo o boletim de ocorrência, ele foi questionado sobre a localização de sua arma; o assaltante retirou as balas e mandou que ele fosse para a porta do banco. Outros funcionários foram rendidos pelos indivíduos à medida que chegavam à agência. A tesoureira, que chegou por volta das 8h25, foi chamada por um dos assaltantes, que lhe mostrou uma pasta com fotos e dados dos funcionários. O ladrão a orientou a não fazer nenhuma “gracinha”, pois havia pessoas em frente à residência deles. A quadrilha, formada por quatro elementos, esperou até a chegada do gerente administrativo, portador da chave do cofre. Um dos bandidos levou a tesoureira até o cofre e ligou para uma pessoa, solicitando sacolas para colocar o dinheiro. Logo em seguida, foram aos caixas eletrônicos, de onde levaram envelopes de depósitos e também o dinheiro que estava no interior das máquinas de autoatendimento. Após a ação, os funcionários foram trancados na tesouraria e orientados a permanecer no local por 10 minutos. Os assaltantes levaram a quantia de R$ 633.692,34; duas armas calibre 38, pertencentes à empresa de vigilância, além de uma mochila, um celular e R$ 140 em dinheiro, de propriedade do segurança. De acordo com o novo delegado titular do município, Sérgio Nassur, a Polícia Civil já possui algumas evidências sobre o caso. “Nós temos alguns indícios, informações iniciais que podem colaborar com o esclarecimento, talvez não da identidade de todos os autores, mas, pelo menos, de alguns deles. Temos um nome aqui, um apelido ali, que estão sendo checados”. Mais informações não foram fornecidas pelo delegado, para não atrapalhar o andamento das investigações.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!