Estelionato

Bancária cai em golpe ao comprar carro pela internet

Conta onde o valor foi depositado era pertencente à uma agência de Bertioga; dois homens moradores da cidade são investigados.

Da Redação
Publicado em 04/12/2018, às 10h50 - Atualizado em 23/08/2020, às 18h04

FacebookTwitterWhatsApp
JCN
JCN

Uma bancária, de 25 anos, moradora de São Paulo, foi vítima de um golpe ao comprar um carro em um site de leilões, no dia 27 de novembro. Dias depois, a vítima descobriu que o site era falso e quantia de R$ 50.760 havia sido transferida para uma agência do Banco do Brasil, de Bertioga. 

De acordo com o boletim de ocorrência, ela fez a compra do  veículo Toyota/Corolla no site spleiloes.com.br e efetuou a transferência bancária para uma conta corrente de E.L.S., para a agência da cidade.  No dia 29, a bancária recebeu uma ligação informando que para retirar o bem arrematado, deveria depositar a quantia de R$ 13.500.

Desconfiada de que se tratava de uma fraude, ela entrou em contato com a empresa de leilão, que a comunicou estar buscando junto a justiça o bloqueio do site falso, com o mesmo nome. A atendente salientou que, ao pesquisar o nome da empresa, o site falso era o primeiro a aparecer. Em contato com a gerência do Banco do Brasil, ela foi orientada a registrar o caso em uma delegacia e a conta com o dinheiro do carro seria bloqueada. 

Enquanto isso, um dos investigados, V.A.V., estava em seu local de trabalho quando foi abordado por um homem que apresentou-se como DG e o propôs a arrumar algumas contas bancárias para depositar certos valores. Segundo DG, o rapaz ganharia 10% por cada valor depositados. V. teria conseguido quatro contas, umas delas de seu amigo E.L.S., que o autorizou a usá-la. 

Quando dinheiro caiu na conta, ambos foram ao banco para sacar o montante. Cada um ficou com a quantia de R$ 2.500 e o restante foi entregue à DG. Já na terça-feira, 3, a vítima compareceu à Bertioga com seu pai e, ao chegar no banco, reconheceu, por uma fotografia, o dono da conta, que também estava presente na agência. Ainda segundo o B.O., iniciou-se uma discussão, a Polícia Militar foi acionada e todos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia. 

Na DP, a vítima contou que havia caído em um golpe e que E.L.S. teria recebido seu dinheiro. Em depoimento, o rapaz e o amigo confirmaram que receberam o dinheiro e foram liberados, mas serão investigados pelo crime. V.A.V teve o celular apreendido.  O caso foi encaminhado para o 10º Distrito Policial de Penha França, onde o primeiro boletim foi registrado. 

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!