“Votação recorde é recado das ruas”, acredita Gleivison Gaspar

Costa Norte
Publicado em 09/12/2016, às 08h48 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h42

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Fotos: JCN

São Sebastião

Marina Veltman

Vereador eleito com o maior número de votos em toda a história do litoral norte, escolhido por 3.183 eleitores, Gleivison Gaspar (PMDB) defende, em entrevista à TV Costa Norte, na quarta-feira, 7, que sua eleição foi um recado da população para o Legislativo sebastianense. “Eu fiz uma atuação pautada na fiscalização e seriedade. Fui combativo, que é para o que sou pago na Câmara. Que se tire um recado das ruas: o político tem que aprender que política não pode ser ganha-pão de ninguém, para não criar dependência e laços, o que prende o político”.  Gleivison é professor de língua portuguesa nas redes pública e privada do município.

Além da atuação política, a presença on-line do vereador chama a atenção, já que conta com cerca de 10 mil amigos e outros 9.833 seguidores no Facebook. “Com as redes sociais, temos um instrumento que facilita a comunicação com a população e oferece uma grande velocidade na transmissão da mensagem. O Facebook e o Whatsapp alastram tudo rapidamente, e se você tem conteúdo, trabalho para transformar em pílulas de conteúdo político, isso o diferencia dos outros”, afirma o vereador reeleito, que conseguiu quase o dobro de votos do recorde municipal anterior, detido pelo vereador também reeleito José Reis (PSB), que teve 1.600 votos em 2012. “Tive mais votos até do que dois dos candidatos a prefeito”.

Cuidados para o futuro

Abordado sobre as principais necessidades municipais,  o vereador defende que São Sebastião precisa de um administrador que planeje o futuro. “Não adianta pensar só no agora. Temos que pensar para daqui quinze ou vinte anos. A favelização municipal é gigantesca e incontrolável; a vinda do contorno sul da Tamoios nos trará muitos problemas, e temos uma folha de pagamento que atinge o limite de prudência da lei de responsabilidade fiscal. Um bom prefeito tem que amar São Sebastião, para pensar no bem do município a longo prazo e não apenas no bem de sua gestão”, defende Gleivison, que aproveita para criticar o prefeito eleito Felipe Augusto.  “Não creio que Felipe ame São Sebastião. Com ele à frente da Secretaria de Governo de Caraguá, nosso município perdeu para a vizinha o tratamento de quimioterapia, a hemodiálise, o Hospital Regional... Ele permitiu todas essas derrotas. Vou ficar de olho e torcendo para que, com o convívio com nossa gente, desperte nele esse carinho, que hoje não tem, tendo em vista o mal que fez para nossa cidade”.

Sobre o próximo mandato, Gleivison Gaspar adianta ser oposição, mas acredita que não terá uma atuação isolada. “Somos sete vereadores eleitos fora da chapa do Felipe. Vou continuar com a mesma linha de trabalho que adotei com Ernane: fiscalizando, divulgando bastidores, os projetos... Fui oposição, mas não oposição burra, tanto que sou o vereador desse mandato com o maior número de projetos de lei aprovados”.

O vereador adianta que as discussões sobre a futura composição da mesa diretora da Câmara já tiveram início, e desmente boatos de que poderia assumir a presidência da casa. “Não tenho o menor interesse na presidência. Mas as discussões estão ocorrendo e espero que o Executivo não tenha voz decisiva na composição. A ideia é garantir um pouco mais de liberdade para a Câmara trabalhar e desempenhar o seu papel independente”.

O vereador celebrou a aprovação, na sessão passada, de projeto de lei de sua autoria, que exige a prestação de contas do FAPS – Fundo de Aposentadoria do Servidor Público - a cada quatro meses, em audiência aberta. “É um montante muito grande e que não pode sofrer desvios, já que se trata do futuro dos nossos servidores. Sempre tivemos uma espécie de ‘caixa preta’ em torno desse dinheiro, e agora vamos ter total transparência”.

Gleivison aproveitou também para falar sobre um PL que está pronto para ser apresentado no início da próxima gestão. “É o Ficha Limpa Municipal para cargos comissionados. Vamos blindar nossa cidade de bandidos de qualquer espécie que queiram pousar em São Sebastião”, conclui.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!