Turista pega quatro horas de espera na terça-feira

Costa Norte
Publicado em 06/01/2017, às 10h46 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h45

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Reprodução/Internet

Ilhabela

Da redação

Quem procurou Ilhabela para passar o Réveillon pôde utilizar com tranquilidade o serviço de Travessia Litorânea, administrado pela Dersa - Desenvolvimento Rodoviário S/A. Os tempos de espera mantiveram-se na média registrada pela companhia em dias normais de operação: cerca de 30 minutos.

A Operação Ano Novo teve início à 0h de sexta-feira, 30,  e se encerrou à meia-noite do domingo, 1º. Na travessia São Sebastião/Ilhabela, a segunda mais movimentada do estado de São Paulo, 18.174 veículos utilizaram o sistema. Apesar do grande fluxo nos três dias, a média de tempo para embarque foi de apenas 30 minutos, considerado normal. Em vários momentos, o motorista embarcava imediatamente ao chegar ao bolsão, sem precisar aguardar na fila.

O porém, no entanto, ocorreu na saída dos turistas do arquipélago, concentrada majoritariamente na terça-feira. Mesmo com as sete embarcações em funcionamento, no sistema bate-volta, a espera chegava a estrondosas quatro horas. Sem outra opção, os visitantes da ilha se renderam à espera. “Vim sem problema nenhum e me animei para ficar mais uns dias, para fugir do trânsito. O problema é que, aparentemente, todos tiveram a mesma ideia”, comentou Rodrigo Vital, 37, de Campinas.

Além da longa fila para retornar ao continente, os turistas do arquipélago também lidaram com apagões elétricos e com desabastecimento de água durante o período. “Mesmo assim, ainda foi uma das melhores viagens da minha vida”, elogia Camila Albuquerque Lerso, 26, paulistana que visitou Ilhabela pela primeira vez.

De acordo com o apontado pela Dersa, a grande espera ocorreu, além do grande volume de carros em retorno do feriado, por causa dos visitantes de um dia e pela liberação de movimentação de cargas pesadas, restritas no período de sexta a segunda-feira,  em decorrência do Réveillon.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!