Geral

Transporte intermunicipal é retomado parcialmente no Rio de Janeiro

A Super Via informou que volta a oferecer mais 522 lugares nas composições em dias úteis

Da Redação
Publicado em 08/06/2020, às 09h15 - Atualizado em 24/08/2020, às 07h54

FacebookTwitterWhatsApp
© REUTERS / Ricardo Moraes/Direitos Reservados
© REUTERS / Ricardo Moraes/Direitos Reservados

Com a determinação do governo do estado do Rio de Janeiro de retomada parcial do transporte intermunicipal, as concessionárias e empresas que operam as linhas de trem, barcas e ônibus retomam aos poucos as operações, depois das restrições impostas em março na tentativa de conter a pandemia de covid-19.

A SuperVia, que opera o sistema de trens metropolitanos, informa que começa a partir de hoje, 8, a oferecer mais 522 lugares por dia nas composições em dias úteis, um aumento de 60% em relação à operação durante o período de mais restrições.

Participe dos nossos grupos  https://chat.whatsapp.com/KsyPyAvSbvP8gERnqSAD8N  Informe-se, denuncie

Os ramais Santa Cruz e Deodoro serão integrados, com as estações de Deodoro sendo atendidas pelos trens de Santa Cruz. No ramal Japeri haverá o serviço expresso. Deixaram de ter controle de acesso as estações: Japeri, Engenheiro Pedreira, Queimados, Austin, Comendador Soares, Nova Iguaçu, Mesquita, Edson Passos, Nilópolis (ramal Japeri); Belford Roxo e Pavuna/São João de Meriti (ramal Belford Roxo); e Saracuruna, Gramacho, Duque de Caxias, Corte Oito (ramal Saracuruna).

Foram reabertas hoje as estações: Presidente Juscelino e Olinda (ramal Japeri), Lages e Paracambi (extensão Paracambi), Coelho da Rocha, Agostinho Porto e Vila Rosali (ramal Belford Roxo) e Jardim Primavera e Campos Elíseos (ramal Saracuruna), Silva Freire (ramal Deodoro). A extensão Guapimirim permanece fechada.

Ônibus    

A Rodoviária do Rio ainda não tem uma estimativa de retomada das partidas de ônibus intermunicipais e interestaduais, depois da queda de 96% no movimento por causa da pandemia. Como parte das ações da retomada das operações, foram instalados hoje boxes neutralizadores pelos quais todos os passageiros deverão passar antes de embarcar.

Os equipamentos têm cerca de 3 metros e dispõe de um sensor de presença, que aciona borrifadores com uma solução antisséptica de digluconato de clorexidina a 0,2%. Segundo a Rodoviária do Rio, a substância é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e é eficaz contra bactérias, fungos, leveduras e vírus.

Os usuários só podem acessar o terminal usando máscaras, todos têm a temperatura medida com termômetros digitais e precisam respeitar o distanciamento mínimo.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!