Tarifa de ônibus municipal passará a R$ 4,05 em Santos

marina
Publicado em 05/01/2018, às 11h23 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h20

FacebookTwitterWhatsApp
marina
marina
Nova tarifa entra em vigor no dia 14; passagem custava R$ 3,85

A nova tarifa do transporte coletivo municipal (ônibus convencional e lotação) de Santos entra em vigor no próximo dia 14. O valor passará de R$ 3,85 para R$ 4,05. A prefeitura anunciou a medida após ter acolhido pela Justiça o pedido de reconsideração da decisão que suspendeu o andamento do processo de revisão/reajuste.

O judiciário reviu os efeitos da decisão anterior, considerando tratar-se de reajuste, e não um processo de revisão tarifária. O reajuste anual da passagem está previsto no contrato de permissão do transporte coletivo.

Contribuíram para a definição do novo valor os sucessivos aumentos do preço do combustível, além da elevação de outros insumos que compõem o custo da tarifa, bem como os gastos com a folha de pagamento e benefícios dos funcionários da permissionária do serviço.

O decreto autorizando o aumento será publicado na edição digital do Diário Oficial ( www.santos.sp.gov.br ) desta sexta-feira, 5. Os créditos eletrônicos já depositados no Cartão Transporte (CT) serão convertidos em número de passagens pelo valor anterior (R$ 3,85).

Aos domingos, permanece válida a meia tarifa para o pagamento com CT comum; estudantes dos cursos regulares contarão, como de costume, com desconto, passando a pagar R$ 2,00.

Dentro do plano de modernização da frota municipal, na última semana (22/12) 30 ônibus zero quilometro e com ar-condicionado (todos também com wi-fi) foram incorporados ao serviço. A frota atual, com 286 veículos, está 63% climatizada e a expectativa é de atingir 100% até o próximo verão (2018/2019).

Ainda neste ano, exemplares de coletivos desenvolvidos com moderna tecnologia e que reduzem a emissão de poluentes foram acrescentados ao sistema, o ônibus híbrido, que funciona com dois motores (um elétrico e outro a diesel) e o veículo elétrico alimentado exclusivamente por baterias.

Foto: Susan Hortas/PMS

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!