Segurança ganha reforço de 110 novos soldados da PM

Costa Norte
Publicado em 03/06/2015, às 06h51 - Atualizado em 23/08/2020, às 14h36

FacebookTwitterWhatsApp

As cidades de Santos, Guarujá e São Vicente receberam o reforço de 110 novos soldados da Polícia Militar. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado, os recém-formados na Escola Superior de Soldados da PM (ESSd) já integram o efetivo na região.

Os batalhões sediados em Guarujá (21º BPM/I) e São Vicente (39º BPM/I) receberam, cada um, 37 soldados. Para Santos (6º BPM/I), foram destinados 36 soldados. Estes policiais passaram em concurso público e frequentaram 1.516 horas/aula do curso superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública. Esta turma formou 2.614 novos soldados de 2ª classe, que foram assim distribuídos: 1.548 PMs para a Capital;  436, para a Grande São Paulo; e 630, para o interior do estado.

O secretário de Estado da Segurança Pública Alexandre de Moraes afirma que, com os formandos, mais de 16 mil novos policiais militares estarão patrulhando as ruas das cidades do estado até 2016. Além disso, estão em formação mais 3.442 futuros PMs, sendo 2.865 soldados e 577 alunos oficiais na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB).

Reivindicação de prefeitos

No dia 21 de maio, durante reunião do Condesb (Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista), os prefeitos e representantes das cidades da Baixada Santista reivindicaram aumento no efetivo policial ao secretário estadual da Segurança Pública.

Presente no encontro, Alexandre de Moraes destacou a queda nos índices de criminalidade na região e ressaltou a contratação de 14 mil novos PMs e mais cinco mil servidores administrativos que substituirão os policiais militares em função administrativa. Ele disse: “Com isso, até o final de 2016 nós teremos mais 19 mil policiais militares já treinados e vamos completando os efetivos que forem necessários. Especificamente para a Baixada Santista, a redução de todos os índices de criminalidade demonstra que o efetivo existente hoje, tanto da Polícia Civil quanto da Polícia Militar, é suficiente, está trabalhando duramente e está reduzindo os índices”.

O deputado federal Marcelo Squassoni (PRB/SP) também havia solicitado o aumento do efetivo na região ao governador Geraldo Alckmin, ao entregar pessoalmente um ofício, no dia 5 de maio. O documento reivindicou o aumento de policiais tanto em Guarujá como nas demais cidades do litoral paulista. Squassoni  também entregou ao governador uma cópia de seu discurso, realizado poucos dias antes, no plenário da Câmara dos Deputados, no qual falou sobre a defasagem do policiamento nas cidades do litoral paulista, sobretudo fora da temporada de verão. Por isso, comemorou o aumento do efetivo nos três municípios: “O anúncio mostra que o governador está atento às necessidades da Baixada Santista. É um alento importante, mas ainda insuficiente. Vamos seguir reivindicando para que essa medida abranja todas as cidades do nosso litoral, que possuem características bastante semelhantes nesse sentido”.

O deputado alertou que o efetivo policial, na maioria das cidades litorâneas, está defasado, e não atende o preconizado pela ONU, que é de um policial para cada 250 habitantes.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!