Programa Direção Segura autua nove motoristas em Mongaguá

Blitz da Lei Seca foi realizada durante a noite de sábado, 27; ao todo, 160 veículos foram fiscalizados

Da Redação
Publicado em 29/01/2018, às 13h37 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h21

FacebookTwitterWhatsApp
Ao todo, nove condutores foram autuados por embriaguez ao volante. A multa é de R$ 2.934,70. - Adriana Alves/Detran-SP
Ao todo, nove condutores foram autuados por embriaguez ao volante. A multa é de R$ 2.934,70. - Adriana Alves/Detran-SP

O Programa Direção Segura, do Detran.SP, autuou nove pessoas em operação de fiscalização da Lei Seca realizada durante a noite deste sábado (27), em Mongaguá. Durante a blitz, na avenida São Paulo, foram fiscalizados 160 veículos. Ao todo, nove condutores foram autuados por embriaguez ao volante. Eles terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo no Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Dois dos motoristas, além dessas penalidades, também responderão na Justiça por crime de trânsito, já que apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro ou por terem a embriaguez atestada em exame clínico realizado por médico-perito da Polícia Técnico-Científica. Se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.

Ação integrada – Lançado no Carnaval de 2013, o Programa Direção Segura integra equipes do Detran.SP, das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica. Pela Lei Seca (lei 12.760/2012), todos os motoristas flagrados em fiscalizações têm direito a ampla defesa, até que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seja efetivamente suspensa. Se o condutor voltar a cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!