Política

Procuradora da Lava Jato pede desculpa a Lula e confirma veracidade de chat da Lava Jato

Mensagens ironizavam a morte de Marisa Letícia, e os pedidos do ex-presidente para ir ao funeral de familiares que morreram

Mac
Publicado em 28/08/2019, às 06h19 - Atualizado em 24/08/2020, às 05h57

FacebookTwitterWhatsApp
Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

A procuradora Jerusa Viecili, da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, pediu desculpas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em uma publicação em sua conta no Twitter, na noite de terça-feira, 27. O ato fez com que a procuradora acabasse por confirmar a veracidade daquela mensagem.

"Errei. E minha consciência me leva a fazer o correto: pedir desculpas à pessoa diretamente afetada, o ex-presidente Lula", diz a postagem no Twitter da procuradora.

Os diálogos foram revelados em reportagem do portal UOL, feita em parceria com o site The Intercept Brasil. Nos diálogos obtidos pelo Intercept, os membros da Lava Jato ironizaram a morte da esposa de Lula, Marisa Letícia, e os pedidos do ex-presidente para ir ao funeral de familiares que morreram.

Os procuradores da força tarefa afirmavam que não reconheciam a autenticidades das mensagens e sugeriram eventuais alterações nos conteúdos publicados.

Logo após se desculpar a procuradora Jerusa Viecili, no entanto, ponderou, em outro tuíte, que o reconhecimento da autenticidade de trecho publicado pelo UOL não significa que ela endosse todas as outras publicações em que é mencionada. "Lembrar de uma mensagem não autentica todo o conjunto. A existência de mensagens verdadeiras não afasta o fato de que as mensagens são fruto de crime e têm sido descontextualizadas ou deturpadas para fazer falsas acusações", disse.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!