Prática de trituração de pintinhos vivos pode acabar nos EUA

Costa Norte
Publicado em 21/09/2016, às 12h47 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h31

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto Pixabay

Aquele saboroso ovo frito, cozido ou mexido, que faz parte do seu cardápio, é também responsável pela mortandade de cerca de 90 milhões de pintinhos, que são triturados vivos todos os anos no Brasil. A prática cruel, chamada de maceração, é voltada para os animais machos, que são descartados com poucas horas de vida, porque não irão botar ovos.

Mas há uma boa notícia! A Associação de Produtores de Ovos dos EUA, que representa 95% dos produtores no país, prometeu eliminar completamente esta prática até 2020. Através da tecnologia conhecida por sexagem in vitro, a entidade se comprometeu em acabar com o sofrimento de bilhões de pintinhos ao já identificar o sexo do animal ainda no ovo, ou seja, quando sua estrutura corpórea ainda não começou a ser formada.

Mas, por outro lado, a indústria brasileira dá sinais de seguir a mesma linha. Contatada pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, maior rede de ONGs de proteção animal no Brasil, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), responsável por representar a indústria avícola no nosso país, não se posicionou sobre o assunto.

Fonte Yahoo Notícias

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!