Operação da PF combate desvio de produtos químicos usados para o tráfico

Costa Norte
Publicado em 03/05/2013, às 18h02 - Atualizado em 24/08/2020, às 01h17

FacebookTwitterWhatsApp

Por Mayumi Kitamura

O desvio de produtos químicos para o tráfico de drogas está na mira da Polícia Federal (PF). Na segunda-feira (30), mais de 120 policiais cumpriram 16 mandados de prisão e 23 de busca e apreensão em Santos, São Vicente, Praia Grande, Jarinu, Capivari, São Paulo, Diadema e São Bernardo do Campo. A Operação Opus Magna investigou uma quadrilha que usava os produtos químicos para fabricar e até mesmo aumentar o volume de entorpecentes que seriam traficados. Em apenas três meses, os narcotraficantes utilizaram o material desviado para uma produção superior a 100 toneladas de cocaína, que teria rendido aproximadamente R$ 1 bilhão aos criminosos. Os trabalhos de investigação iniciaram quando foram detectados indícios de desvio de produtos químicos controlados como cafeína, acetona, éter, ácido clorídrico, ácido sulfúrico, benzocaína, lidocaína, ácido bórico e manitol.

Laranjas Os narcotraficantes abriam várias empresas em nome de “laranjas” para obter a licença, adquirindo grande quantidade destes materiais, principalmente de cafeína, sem prestação de contas para a Polícia Federal. O próximo passo da operação, denominada Opus Magna devido a pedra filosofal dos alquimistas, é identificar os compradores dos entorpecentes.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!