Nova OS deve assumir serviços de saúde em dezembro

Costa Norte
Publicado em 22/09/2017, às 07h15 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h09

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Das 25 organizações sociais qualificadas, cinco manifestaram interesse em participar do processo de seleção

Uma nova organização social (OS) deve passar a gerir os serviços de saúde pública no município a partir de dezembro. A contratação possibilitará também a ativação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vista Linda.  No sábado, 16, foi publicado um chamamento público das cinco instituições que manifestaram interesse em participar do processo seletivo, para administrar os serviços do Hospital de Bertioga; Unidade de Pronto Atendimento (UPA); Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); e Serviços de Apoio em Diagnóstico e Terapia (SADT). Inicialmente, foram qualificadas 25 OSs.

A diretora de Saúde Simone Araújo de Oliveira Papaiz explica que, nos próximos 15 dias, as empresas deverão realizar visita técnica para conhecer a estrutura e desenhar o plano de trabalho. “No dia 28, é o segundo momento, que é a entrega dos envelopes. Nós adotamos a tática da técnica e preço, visando um processo que possa abranger todas as interessadas, mas que também estabeleçamos critérios para que façamos um processo seletivo pontuando a qualificação técnica das OSs, que chamamos de qualificação operacional”.

Dentro dos prazos legais, informou a diretora, a previsão é de finalizar os trâmites até meados de novembro. Desta maneira, a assinatura do contrato e o início dos trabalhos devem ocorrer ainda em dezembro.

UPA Vista Linda

A gestão pela OS também possibilitará o funcionamento da UPA da Vista Linda, adiantou a diretora de Saúde. Pela nova proposta, no Centro não haverá interrupção ou encerramento dos atendimentos, que serão ampliados com nova unidade. Simone explica que o local atualmente denominado UPA Central, seria uma parte integrante ao hospital, chamada de porta aberta – unidade que possui pronto-socorro. Disse ela: “Neste plano de trabalho proposto para a seleção da OS, permaneceremos com todos os atendimentos, então, dizemos que é uma expansão de serviço. Não vamos cessar o pronto atendimento hospitalar, ampliaremos uma unidade de serviço, uma UPA 24h, que é da Vista Linda”.

Desta forma, detalha a diretora, “na prática, a população terá a possibilidade de um pronto atendimento em dois locais – um, que é o hospital, e o outro, que é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Tem uma portaria nova de janeiro de 2017 que nos permite reformular o quadro clínico, o quadro médico, de uma forma mais generalizada. Então, por exemplo, em toda a parte de pediatria, o foco estará na porta hospitalar, que é o nosso pronto atendimento hospitalar, assim como a ortopedia”.

Atualmente, as instalações da UPA Vista Linda passam por uma readequação, e a expectativa é que passem a funcionar assim que contratada a nova OS.

Bertioga

Mayumi Kitamura

Foto: Diego Bachiega/PMB

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!