Mãe de Pietra conta como foi reencontro com a filha

Costa Norte
Publicado em 14/12/2016, às 19h05 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h42

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Bertioga

Mayumi Kitamura

Há dias em busca de uma informação que levasse ao paradeiro da filha Pietra, de 16 anos, Gisele de Castro, teve que seguir os últimos passos conhecidos da filha para chegar a sua localização. Ao contrário do noticiado anteriormente, a garota estava na cidade de Ubatuba. Conforme contou, seu irmão conseguiu uma informação precisa no local em que a garota fez 'dreds' no cabelo, na Galeria do Rock, em São Paulo. Lá ele descobriu que a sobrinha estaria, não em Bertioga, mas em Ubatuba, na praia de Perequê Mirim. A mãe percorreu todo o trajeto com a nova informação e, no local indicado pelo proprietário do estabelecimento, encontrou Pietra trabalhando e morando com uma mulher que desconhecia a busca pela adolescente. Gisele conta como foi o reencontro: "Sem palavras. Só a abracei, beijei e chorei demais.Estava angustiada. Depois conversamos muito. Ela não sabia que estava toda essa repercussão. Não acessava a internet". Apesar de muitos relatos de pessoas que acreditavam ter visto Pietra em Bertioga, a mãe conta que a filha permaneceu todos os oito dias em Ubatuba. De volta para casa, Gisele conta que tem conversado muito com a filha desde então: "Estamos bem agora. Estamos conversando bastante. Quero que ela fique a vontade. Não vou culpá-la". Ainda, sobre a busca, a mãe afirma: "Não ia desistir, jamais"

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!