Envolvimento e emoção no 25º Prêmio Atitude Ambiental

manolo
Publicado em 21/12/2017, às 10h07 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h17

FacebookTwitterWhatsApp
manolo
manolo
As escolas municipais Hilda Strenger Ribeiro, Giusfredo Santini e Boraceia venceram a edição 2017

Bertioga Estela Craveiro

 A alegria deu o tom à cerimônia de entrega da premiação às três escolas vencedoras do 25º concurso Prêmio Atitude Ambiental, realizado pela Sobloco, em 28 de novembro, no salão do Sistema Integrado de Vendas (SIV), na Riviera de São Lourenço. O tema de 2017 foi Minha Escola e o Programa Clorofila, e as 12 escolas participantes apresentaram, em vários formatos, um inventário das atividades que cada uma desenvolveu como parte do programa Clorofila, do qual o concurso faz parte, em segmentos como paisagismo, hortas, oficinas, vivências, palestras, feiras de meio ambiente e cursos.

As vencedoras foram a Escola Municipal Hilda Strenger Ribeiro, que criou um tour pelas árvores plantadas ao aderir ao programa, em 2001; a Escola Municipal Giusfredo Santini, que apresentou as atividades desenvolvidas com o Clorofila em um grande livro feito de folhas de cartolina; e a Escola Municipal Boraceia, que se inspirou na parceria com o programa para criar um enredo de escola de samba com o qual emocionou o público presente com a apresentação de uma das alas.

Também entusiasmou a plateia a apresentação de alguns trabalhos, tais como o coral infantil da EM Hilda Strenger Ribeiro, o teatro de fantoches da EM José Carlos Buzinaro, com a peça A Menina que não Comia Verduras, e o desfile de moda com roupas feitas de materiais recicláveis, da Escola Estadual Maria Aparecida Pinto de Abreu Magno. Outras escolas exibiram seus trabalhos em estandes.

Para Beatriz Almeida, diretora de marketing da Sobloco, o mais gratificante foi ouvir depoimentos de pais e, até de avós, que participaram do programa Clorofila em suas épocas de estudante e, hoje, acompanham o envolvimento de filhos e netos. “As atividades do programa são lúdicas, mas, por trás delas, está a formação dessas crianças, com conceitos cívicos de amor e respeito ao próximo. Elas vão levando esses conceitos e os pais vão aderindo. É um trabalho de longo prazo e acredito que estejamos colhendo frutos. A Sobloco investe, acreditando que a gente pode somar e ajudar a cidade a formar cidadãos”.

Na avaliação de Cristina Peres, coordenadora do programa Clorofila, o caráter especial da 25ª edição do Prêmio Atitude Ambiental é a própria longevidade da iniciativa: “Para a gente, é um prêmio completar 25 anos de programa Clorofila, com a confiança que as escolas, a Secretaria de Educação de Bertioga e a Diretoria de Ensino do estado de São Paulo têm no nosso trabalho”.

Os projetos desenvolvidos pelas escolas foram avaliados por um júri que visitou os estabelecimentos na última semana de outubro. Os prêmios oferecidos foram sugeridos pelos próprios colégios. A EM Boraceia ganhou uma TV LED 40"; a EM Giusfredo Santini recebeu um projetor com suporte; e a EM Hilda Strenger Ribeiro foi premiada com uma impressora multilaser  funcional com cartucho.  As outras escolas participantes foram contempladas com caixas amplificadoras de som.

Para Maria Cristina Quintella Squillante, diretora da EM Hilda Strenger Ribeiro, o mais importante do programa Clorofila é proporcionar aos estudantes a consciência do meio ambiente e da possibilidade de tentar mudar o mundo: “O nosso maior prêmio é a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças”. A professora Vanilde Gonçalves de Magalhães Mancini, a entusiasmada intérprete do samba-enredo da EM de Boraceia, identifica, na conexão entre arte e educação, a faceta mais entusiasmante do programa: “Para nós, de Boraceia, um local mais distante, a parceria é muito importante; sozinhos na escola não conseguiríamos nada.”  Nanci Ferreira de Santana, diretora da EM Giusfredo Santini, aprecia particularmente o desenvolvimento do amor pelo meio ambiente nas crianças: “Hoje, temos famílias nas quais as crianças que foram nossos alunos já são pais. Elas não esquecem o que aprenderam com o Clorofila e vão em frente.”

Encerrada com apresentação da banda F10, da Fundação 10 de Agosto, a festa do Prêmio Atitude Ambiental teve a participação de cerca de 400 pessoas, entre docentes das escolas, estudantes e seus familiares. Estiveram presentes Rossana Aguilera, secretária de Educação de Bertioga; João Bosco Arantes Braga Guimarães, titular da Diretoria Regional de Ensino de Santos; e Elisa Tomioka, engenheira agrônoma do programa Clorofila.

Foto Mar Franz/Sobloco

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!