Elektro prepara estrutura especial para o verão

Costa Norte
Publicado em 28/11/2014, às 16h27 - Atualizado em 23/08/2020, às 14h27

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Subestações móveis serão posicionadas em Itanháem e Ubatuba

Durante o verão, com o maior fluxo de turistas no litoral paulista, a estimativa é que o consumo de energia elétrica aumente 65%, de 310 MW para 511 MW. A previsão para a virada do ano pode chegar a 622 MW, ou seja, o consumo, às 19h, horário de pico no dia 31 de dezembro, deve dobrar. Para atender esse aumento, a Elektro investiu mais de R$ 36 milhões e preparou uma estrutura especial destinada ao sistema elétrico de onze cidades do litoral paulista (Cananeia; Ilha Comprida; Iguape; Peruíbe; Itanhaém; Mongaguá; Praia Grande - parte do município; Guarujá; Bertioga; Ilhabela;e Ubatuba), que integram a área de concessão da distribuidora. Os municípios de Itanhaém e Ubatuba serão pontos estratégicos. Em cada uma das localidades estará posicionada uma subestação móvel, capaz de restabelecer o fornecimento de energia de um município, em situações emergenciais. Além disso, a Elektro instalou, ao longo do litoral, cem equipamentos de automação da rede de distribuição, o self healing, que restaura, automaticamente, o fornecimento de energia elétrica no menor tempo possível. Também atualizou o sistema de controle e supervisão de chaves de comando remoto, utilizando fibra ótica de elevada confiabilidade. Bruno Szarf, gerente executivo de distribuição, explicou: “Os projetos são pioneiros no Brasil e foram desenvolvidos por engenheiros da Elektro. Todo esse investimento aumentará a confiabilidade do sistema elétrico durante o período de maior demanda no litoral”. A empresa também priorizou as ações preventivas, como a manutenção das redes, entre elas, a substituição e instalação de para-raios, a instalação de espaçadores na rede primária e secundária, a limpeza de 6.325 isoladores, podas de árvores e a substituição preventiva de 38 transformadores.

Na virada do ano, o centro de operações, em Campinas, contará com uma equipe de 33 técnicos e engenheiros, dez a mais do que nos demais meses do ano, enquanto a central de atendimento ao cliente terá 109 postos de atendimento, 10% a mais em relação a média do ano. Ambos atuarão 24 horas, pelo telefone 0800 701 01 02.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!