Cubatão deve ganhar faculdade de medicina

Estela Craveiro
Publicado em 22/10/2017, às 09h39 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h12

FacebookTwitterWhatsApp
Estela Craveiro
Estela Craveiro
A cidade foi selecionada entre 39 municípios para sediar a nova faculdade de medicina da Universidade São Judas Tadeu e o programa de residência médica poderá receber recém-formados de outras universidades

Na última sexta-feira, em Cubatão, o prefeito Ademário Oliveira assinou projeto de lei permitindo ao município firmar parceria público privada (PPP) com o Grupo Educacional Ânima para criação da faculdade de medicina da Universidade São Judas Tadeu na cidade. O projeto foi imediatamente protocolado na Câmara Municipal, cujo presidente, vereador Rodrigo Ramos Soares (Alemão), promete se empenhar por sua rápida tramitação e votação.

A prefeitura cede um terreno de 2.500 m², situado atrás do Hospital Municipal. Em contrapartida, a universidade cederá dois andares do prédio que deve construir para unidades de saúde da cidade.

Com investimento de R$ 16 milhões, as obras devem começar no primeiro trimestre de 2018. O campus universitário terá 5.100 m² de área construída, com salas de aula, laboratórios, sala de videoconferência, auditório e biblioteca, além do setor administrativo.

Na seleção promovida pelo Ministério da Educação para definir a sede da faculdade, Cubatão ficou em segundo lugar entre 39 cidades, das quais 29 preencheram os requisitos para receber o curso, como ter mais de 50 mil habitantes, dispor de poucos médicos no município e oferecer infraestrutura adequada.

A primeira turma do curso da nova faculdade de medicina deve ter 50 alunos para 7.450 horas/aulas em 12 semestres. O programa de residência médica, espécie de pós-graduação obrigatória para os que se formam em medicina, será oferecido na Policlínica, no Pronto Socorro Central, no PS Infantil e no Hospital Municipal. E poderá receber profissionais recém-formados de outras universidades.  O plano é ter em Cubatão um quadro de 50 médicos-residentes das áreas de medicina geral de família e de comunidade, pediatria e clínica médica.

Participaram da cerimônia de assinatura Ricardo Cançado Gonçalves de Souza , reitor da Universidade São Judas Tadeu, a secretária municipal de saúde  Andrea Pinheiro e o presidente da Câmara Municipal, vereador Rodrigo Ramos Soares (Alemão), entre outros secretários municipais, vereadores, representantes do Conselho Municipal de Saúde e da Fundação São Francisco Xavier, administradora do Hospital Municipal.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!