Comtur de Ilhabela decide pelo afundamento do navio oceanográfico W. Besnard

Costa Norte
Publicado em 13/07/2017, às 12h11 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h03

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
A audiência pública para decisão do destino do navio está prevista para ocorrer no dia 10 de agosto

Em reunião realizada na semana passada, o Comtur de Ilhabela (Conselho Municipal de Turismo) decidiu, por 16 votos e três abstenções, pelo afundamento do navio oceanográfico Professor W. Besnard. Estavam em pauta duas propostas para o destino do navio: a primeira, apresentada pela Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE), defendia que a embarcação fosse afundada para se tornar um recife artificial para exploração da atividade de mergulho; a outra, apresentada pelo Instituto do Mar, queria transformar a embarcação em um museu.

Presente à reunião, o secretário de Meio Ambiente Mauro de Oliveira apresentou um resumo das propostas aos conselheiros. “Foi uma boa oportunidade e gerou um bom debate ao esclarecer dúvidas sobre a proposta, solicitado pelos membros do conselho”, ponderou.

O conselho também pediu mais informações referentes às propostas, como o detalhamento de custos, para que estejam disponíveis antes da audiência.

“A decisão tomada hoje em plenária será encaminhada ao prefeito e levada à audiência do dia 10 de agosto”, afirmou Ricardo Fazzini, presidente da Comtur e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo.

A audiência pública para decisão do destino do navio está prevista para ocorrer no dia 10 de agosto.

Ilhabela

Da redação

Foto: Divulgação

Leia mais:  USP cede e antigo navio deve virar ponto turístico de mergulho em Ilhabela

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!