Cartilha alerta para pesca ilegal de tubarões e raias

Costa Norte
Publicado em 08/12/2016, às 11h35 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h42

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Arquivo JCN

Mais de 16 espécies de tubarões e raias que estão sob ameaça de extinção têm sido vendidas como cação no mercado brasileiro e consumidas amplamente. Para alertar a sociedade, durante o XVII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, que ocorreu de 4 a 6 de dezembro na Universidade Federal de São Carlos (SP), Victor Hugo Valiati, pesquisador da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), lançou a cartilha Tubarões e Raias Comercializados no Sul do Brasil.

O material foi desenvolvido com informações do projeto “Uso da genética forense na identificação de elasmobrânquios comercializados no sul do Brasil: Citocromo oxidase subunidade I (COI) como ferramenta para conservação de espécies ameaçadas”, que tem o apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

A pesquisa visitou 15 pontos de venda de pescados em Santa Catarina e Rio Grande do Sul e constatou os dados alarmantes sobre a comercialização de espécies ameaçadas. Dentre elas, destaca-se a raia-viola (Squatina occulta), considerada criticamente ameaçada e o tubarão-martelo-entalhado (Sphyrna lewini), classificado como vulnerável.

Para saber sobre as espécies mais impactadas pela pesca ilegal e obter mais informações sobre pesquisa, acesse a cartilha no link .

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!