Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco a partir de julho

Costa Norte
Publicado em 03/05/2017, às 14h54 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h56

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Novo sistema também permitirá que cálculo de juros e multa seja automático

Um novo sistema para pagamentos de boletos, que passa a vigorar em julho, permitirá que a quitação da cobrança, mesmo vencida, seja realizada em qualquer banco. Além disso, o cálculo de juros e multa do boleto atrasado será feito automaticamente, o que reduzirá a necessidade de ir a um guichê de caixa e eliminará a possibilidade de erros no cálculo.

A implantação da nova plataforma seguirá um cronograma: a partir de 10 de julho, para boletos acima de R$ 50 mil; 11 de setembro, acima de R$ 2 mil; 13 de novembro, acima de R$ 200; e em 11 de dezembro, todos os boletos.

Walter Tadeu, diretor adjunto de Operações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) revelou que a nova plataforma vem sendo desenvolvida desde o ano passado, devido ao elevado número de fraudes em boletos, e deverá trazer mais segurança nas operações. Ele acrescentou que o sistema atual tem mais de 20 anos de existência.

A partir de julho, as informações de todos os boletos emitidos pelos bancos estarão na nova plataforma única, criada pela federação em parceria com a rede bancária, por isso, os dados serão checados na plataforma no ato do pagamento. Caso ocorra divergência de informações, o pagamento não será autorizado, e o consumidor só poderá pagar o boleto no banco que emitiu a cobrança, uma vez que somente essa instituição terá condições de conferir o que for necessário.

A expectativa da Febraban é que a nova plataforma reduza as fraudes na emissão de boletos de condomínios, escolas e seguradoras, por exemplo. A federação lembra que quadrilhas enviam boletos falsos, que acabam sendo pagos como se fossem verdadeiros. Há também casos de sites maliciosos que emitem “segundas vias” com informações fraudulentas, além de vírus instalados em computadores.

O diretor adjunto de Operações da Febraban não soube dizer se os boletos do novo sistema custarão mais caro para as empresas que contratam tal serviço dos bancos.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!