Após 2º turno, 147 cidades podem voltar às urnas

Costa Norte
Publicado em 31/10/2016, às 13h36 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h35

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: TSE

Passada as votações para o segundo turno, 147 prefeitos eleitos nas eleições 2016 venceram, mas correm o risco de não assumirem. Eles tiveram os registros das candidaturas indeferidos e apresentaram recursos que ainda não foram analisados pela Justiça Eleitoral. Para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, se os indeferimentos permanecerem, os eleitores terão de voltar às urnas para escolherem o chefe do Executivo. A Justiça Eleitoral irá, agora, analisar os casos, mas sem prazo para que todos sejam julgados. Segundo ele, essas situações são resultado da diminuição do tempo de campanha, de três meses para 45 dias."Esse tempo reduzido, que também se aplicou ao registro, acabou por ocasionar essa situação", justificou.

2º turno

O eleitorado do segundo turno chegou a quase 33 milhões de brasileiros, em 57 municípios. Sem maiores incidentes, a eleição do 2º turno deste domingo teve 94 pessoas presas por crimes eleitorais, num total de 293 ocorrências, de acordo com balanço divulgado pelo TSE ao fim da votação. A prática mais comum verificada foi a boca de urna.

Balanço

Os candidatos que disputaram o primeiro turno têm até amanhã, dia 1º de novembro, para enviar seus balanços. Já para os candidatos que disputaram o 2º turno, a data prevista é até dia 11.

Fonte: Folha de São Paulo

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!