Alterações no PS Central buscam aprimorar atendimento

mayumi
Publicado em 07/12/2017, às 09h34 - Atualizado em 23/08/2020, às 16h15

FacebookTwitterWhatsApp
mayumi
mayumi
Secretaria estuda também a implantação, até janeiro, do Protocolo de Manchester, com regras de classificação conforme o risco do paciente

O aumento no fluxo de pacientes no Pronto Socorro Central motivou a Secretaria de Saúde de Cubatão a alterar alguns procedimentos para atendimento na unidade. As mudanças iniciam na segunda-feira, 11.

A primeira ação adotada é o acompanhamento obrigatório por um médico em remoções de pacientes ou na realização de alguns exames (exemplo: tomografia) será realizado por um profissional da terapia semi-intensiva.

De acordo com a prefeitura, a mudança visa manter no PS um número de clínicos gerais suficiente para evitar que o tempo de espera ultrapasse o desejável, como ocorreu na noite de terça-feira, 5, quando um dos clínicos em plantão acompanhava a remoção de um paciente com complicação hemorrágica para a Santa Casa de Santos.

A Secretaria da Saúde estuda implantar também, até janeiro, o chamado Protocolo de Manchester, com regras de classificação dos casos de acordo com o risco.

Conforme explica, o Sistema Manchester de Classificação de Risco, conhecido como Protocolo de Manchester, visa determinar a prioridade clínica do paciente para garantir que o primeiro atendimento médico ocorra em tempo adequado. Feita a avaliação clínica inicial, geralmente por um enfermeiro, é atribuída ao paciente uma cor indicativa do grau de prioridade de seu atendimento. Assim, a cor vermelha significa necessidade de atendimento imediato; laranja, muito urgente; amarelo, urgente; verde, pouco urgente e azul, não urgente.

Foto: Divulgação

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!