MORADIA

Governador Tarcísio de Freitas na região

Acompanhe a coluna desta quarta-feira

Danilo Martins e Thiago Dantas
Publicado em 12/06/2024, às 16h16

FacebookTwitterWhatsApp
Tarcísio estará em Bertioga e Santos - Arquivo CN
Tarcísio estará em Bertioga e Santos - Arquivo CN

Nesta quinta-feira (13), o governador de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) participará de algumas solenidades na Baixada Santista. O governador deve chegar à região no período da tarde e é esperado para o Ato Cívico que marcará os 261 anos de nascimento de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patrono da Independência. A cerimônia será realizada na Praça Barão do Rio Branco, no Centro Histórico de Santos. O governador receberá a Medalha José Bonifácio. No local também serão anunciados o Distrito Turístico de Santos e o repasse de R$ 9 milhões para o Museu Ferroviário. O evento também terá a presença do secretário de Turismo e Viagens do Estado, Roberto de Lucena.

Cidade Alta

Mais tarde, junto com o prefeito Rogério Santos (Republicanos), o governador fará a entrega de 198 unidades dos Conjuntos Habitacionais Santos R2-R3 erguidos na avenida Santista (Morro da Nova Cintra), que será o novo endereço de munícipes que hoje vivem em áreas de risco socioambiental nos morros do município.

De Santos para Bertioga

Na sequência, Tarcísio é esperado para a entrega dos títulos de legitimação de imóveis para 311 famílias, na segunda fase do projeto de regularização fundiária do antigo núcleo Ana Paula, no bairro Rio da Praia, em Bertioga.

Litoral de SP

De acordo com a prefeitura de Bertioga, o evento ocorrerá no ginásio da escola municipal José de Oliveira Santos, a partir das 19 horas. As famílias contempladas nesta etapa se juntam a outras 221, também do Ana Paula, que já estão com a escritura definitiva das respectivas moradias. Com a conclusão, serão mais de 540 imóveis regularizados no antigo núcleo. Na terceira e última etapa serão regularizados os últimos imóveis, localizados do lado praia.

Cubatão

De acordo com a coluna Dia a Dia, do jornal "A Tribuna", o julgamento do habeas corpus do vereador Ricardo Queixão (PSD) foi adiado após um dos ministros da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça pedir vista.

Expectativa

O parlamentar está preso, acusado de participar de uma organização criminosa que favorecia empresas ligadas ao PCC. Segundo a defesa do vereador, o julgamento pode ocorrer amanhã (13).

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!