Seis cidades da Baixada Santista já definiram reajuste do IPTU

Costa Norte
Publicado em 22/11/2016, às 12h04 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h39

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Reprodução/Internet

Guarujá, São Vicente e Cubatão ainda não divulgaram o reajuste

 Ao todo, seis municípios da Baixada Santista já definiram o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para o ano de 2017. Das nove cidades da região, Guarujá, São Vicente e Cubatão ainda não divulgaram o reajuste. A última cidade a definir o reajuste foi Mongaguá, em 8,97%, ficando abaixo do reajuste de 2016, quando foi de 9,93%.

Mesmo reduzindo o imposto, o município está entre os mais elevados da região. Mongaguá empata com Praia Grande no reajuste e fica atrás apenas de Peruíbe, com 8,98%.Em Santos, os carnês estarão 7% mais caros em 2017. Já em Itanhaém, o reajuste será de 8,22%.

A cidade de Bertioga foi uma das primeiras a reajustar o IPTU, em 7,86%, com base no Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA). Os carnês dos contribuintes começam a chegar à casa dos moradores no início de janeiro e o desconto para pagamento à vista será de 3%. Serão cerca de 50 mil lançamentos. A Secretaria de Administração e Finanças informou que o contribuinte terá direito à isenção, caso tiver imóvel avaliado em até R$ 50 mil e que seja exclusivo de uso residencial.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!