Solange quer debater mais sobre unidade de tratamento biológico de resíduos sólidos

Costa Norte
Publicado em 09/07/2011, às 04h21 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h19

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

A vereadora de São Sebastião, Solange Ramos (PPS), por meio de requerimento, solicita ao Executivo a realização de novas audiências públicas para que a população se manifeste sobre a questão do gerenciamento de resíduos sólidos no município.

“Sou contra que o tratamento seja feito na Costa Norte. Em minha opinião deve ser na Costa Sul. O prefeito [Ernane Primazzi (PSC)] diz que não pode porque na região sul fica apenas 30% dos moradores, mas não concordo com essa explicação. Eu acredito que não será lá porque os ‘bam bam bam’ não querem”, afirmou.

A vereadora solicitou ao presidente da Câmara, Artur Balut (PSDC), que marque uma visita de todos os parlamentares até a cidade de Paulínia, no Interior, onde já existe uma unidade de tratamento biológico de resíduos semelhante a que está sendo discutida em São Sebastião.

Análises

De acordo com o vereador Maurício Bardusco (PPS), na audiência realizada esse mês, na Costa Norte, a prefeitura ainda não conseguiu esclarecer todas as dúvidas da população. “Estamos sem conhecimento da usina e do local onde seria instalada. Duas coisas que devemos ponderar e pensar muito”, disse.

O parlamentar Amilton Pacheco (PSB) sugere que o prefeito Ernane Primazzi (PSC) se reúna com representantes de outros municípios do Litoral Norte para discutir a opção de tratamento de resíduos e o local de forma conjunta. 

O vereador Paulo Henrique, o PH (PDT), ressaltou que uma lei federal determina que cada município resolva, até 2014, os problemas referentes ao lixo que produz. “Eu entendo que essa discussão deve ser levada à Frepap-LN (Frente Parlamentar) para analisar a formação de um consórcio entre as cidades, pois para viabilizar a usina economicamente é previsto um grande volume de resíduos, que supera o que é produzido hoje apenas em São Sebastião”. Sobre a discussão do local onde a usina será instalada, PH ressalta que essa definição será dada pela Cetesb.

Exemplo

Já Marcos Tenório (PMDB) explicou que o município de Caraguá, há 12 anos, aguarda resposta da Cetesb sobre uma área onde ficará o aterro sanitário. “É preciso saber se Caraguá vai querer receber o nosso lixo”, disse. E finalizou: “Repito que se a usina não for boa para a Costa Norte não será para todo município”.

 O vereador Luis Antônio Barroso (DEM), o Coringa, líder de governo, explicou que os critérios adotados pela prefeitura são técnicos. “Ninguém quer a unidade de tratamento na porta de casa, mas em algum lugar vai ficar”.

O presidente da Câmara, Balut, ressaltou que vai analisar a ida dos parlamentares a cidade de Paulínia, sugerida por Solange, após o recesso parlamentar, que termina no dia 02 de agosto.

“Acredito que não será lá [na Costa Sul] porque os ‘bam bam bam’ não querem” Solange Ramos

“Ninguém quer a unidade de tratamento na porta de casa, mas em algum lugar vai ficar” Coringa

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!