VOCÊ PRECISA CONHECER

São Sebastião: 100 km de litoral e mais de 30 praias aguardam você

Cidade do Litoral Norte de SP possui algumas das praias mais famosas e badaladas do Estado. Veja como chegar, melhores praias e dicas para conhecer essa bela cidade

Da redação
25/11/2021 às 08:34.
Atualizado em 01/12/2021 às 11:03
Praia de Maresias (Foto: Fabiane Aguiar)

Praia de Maresias (Foto: Fabiane Aguiar)

Localizada no litoral norte de São Paulo, entre as cidades de Bertioga e Caraguatatuba (e com Ilhabela bem à frente), São Sebastião possui um litoral de tirar o fôlego. São mais de 30 prais distribuídas por 100 quilômetros de extensão. Muitas delas estão entre as mais badaladas de todo o litoral paulista. 

A  exuberância da natureza é outro dos pontos altos de São Sebastião: 70% das áreas verdes da cidade está preservada e é protegida pelo Parque Estadual da Serra do Mar. Seu Centro Histórico também é uma jóia que merece ser apreciada em detalhes. 

Preparamos essa matéria para você ficar por dentro das melhores praias, passeios imperdíveis, um pouco da história e como chegar em São Sebastião. Venha viajar com a gente!

Como chegar em São Sebastião? 

Praia da Figueira (Reprodução/Turismo São Sebastião)

199 km separam São Sebastião da Capital paulista. Como a cidade é bem extensa, o melhor trajeto depende muito do ponto exato que você deseja acessar. Existem essas três opções:

- Rodovia Presidente Dutra e Rodovia Ayrton Senna para acessar a Rodovia dos Tamoios até a cidade vizinha de Caraguatatuba (melhor opção para quem quer acessar o centro de São Sebastião, região da Costa Norte ou partiu do Vale do Paraíba).

- Rodovia Presidente Dutra e rodovia Ayrton Senna para acessar a rodovia Mogi-Bertioga até a Rio-Santos, na altura da Riviera de São Lourenço (boa opção para quem deseja ir para a Costa Sul de São Sebastião).

- Sistema Anchieta-Imigrantes e rodovia Cônego Domênico Rangoni (antiga Piaçaguera-Guarujá) até acessar a Rio-Santos (opção também para quem parte do litoral sul e Baixada Santista).

Praias de São Sebastião

O litoral sebastianense (se você tinha curiosidade pra saber qual é o gentílico de São Sebastião, pronto, tiramos a sua dúvida!) é um exagero, tanto de beleza quanto de extensão.

Nesse mini guia que elaboramos, vamos te contar um pouco sobre algumas das praias mais famosas da cidade. Daí fica por sua conta escolher qual é a melhor praia de São Sebastião:

Barra do Sahy

Barra do Sahy (Foto: Lylla Mattos)

Localizada a 46 km do Centro Histórico de São Sebastião, a praia da Barra do Sahy possui 1,5 km de extensão e areia branca e fofa. O mar é considerado de tombo, mas no seu canto direito os rochedos formam uma piscina natural. É muito frequentada por famílias. Os passeios de barco até um local conhecido como As Ilhas também são um dos atrativos desta praia. 

Praia de Toque-Toque Pequeno

Praia de Toque-Toque Pequeno (Reprodução/Tripadvisor)

Praia com 1 km de extensão, mar calmo, areia dourada e águas claras, fica na chamada Costa Sul de São Sebastião. Ideal para famílias com crianças e amantes de stand up paddle e caiaque. Já foi recomendada até pelo jornal The New York Times. 

Praia da Baleia

Praia da Baleia (Foto: Joca Levy)

Mais uma praia localizada na Costa Sul de São Sebastião. Fica a 42 km do Centro Histórico e tem 2,5 km de extensão. Possui um mar de águas claras e faixa de areia plana e compacta, o que a faz ser ótima para praticar esportes como futevôlei e frescobol e dar boas caminhadas. Seu nome se deve a ilha que fica bem em frente e que tem um formato parecido com o de uma baleia. 

Praia da Barra do Una 

Praia da Barra do Una (Reprodução/Tripadvisor)

Localizada a 57 km do Centro Histórico de São Sebastião, é conhecida pelo encontro do Rio Una, de águas escuras devido as folhas da mata ciliar que caem em seu leito, com o mar. Inclusive muitos turistas usam as águas do Una para passeios com caiaque e stand up paddle e também para banhos. 

Praia de Boiçucanga

Praia de Boiçucanga (Reprodução/São Sebastião)

Praia de areia grossa e mar verde esmeralda. Tem a fama de proporcionar o pôr do sol mais lindo do Litoral Norte. Possui uma vila de pescadores, o que faz com que lá tenha uma grande variedade de peixes e também a opção de passeios de barcos para as ilhas próximas. 

Praia de Calhetas

Praia de Calhetas (Foto: Anderson Soares)

Próxima à praia de Toque-Toque Pequeno, o grande destaque desta praia fica por conta de uma cachoeira de 40 metros de altura e também a vista para a ilha de Toque-Toque. Fica dentro de uma propriedade particular, mas o acesso é liberado

Praia de Camburi

Praia de Camburi (Foto: Gustavo Rey)

Com areias claras, água límpida e ondas boas para o surfe, costuma ser bem agitada. O Rio Camburi e uma linda península separam esta praia da Praia de Camburizinho. Na região de Camburi também é possível encontrar trilhas e cachoeiras. 

Praia de Juquehy

Praia de Juquehy (Divulgação/Turismo São Sebastião)

Localizada na Costa Sul de São Sebastião, é ponto de encontro de surfistas, jovens e também famílias. Possui 4 km de extensão, uma faixa de areia bem larga e águas transparentes. Conta com bastante opções de comércio e gastronômicas. 

Praia de Maresias

Praia de Maresias em São Sebastião (Reprodução/Turismo São Sebastião)

Com 5 km de extensão, é uma das praias mais badaladas do Litoral Norte. Fica entre Boiçucanga e Paúba, na Costa Sul de São Sebastião. Suas águas são cristalinas e com boas ondas, tanto que sedia campeonatos de surfe, sendo conhecida internacionalmente.

Praia de Paúba

Praia de Paúba (Foto: Ronzi Zacchi)

Pequena praia considerada de tombo, com areia branca e águas claras. Ideal para quem busca tranquilidade. Há também um rio raso e calmo que deságua no mar. A vista do pôr do sol é linda!

Praia das Cigarras

Praia das Cigarras (Divulgação/Turismo São Sebastião)

Uma das praias mais procuradas da Costa Norte de São Sebastião. Possui areia grossa e águas calmas. Ótima para famílias com crianças. Muito arborizado, seu entorno é um refresco para os dias de sol e calor. 

Centro Histórico

Centro Histórico de São Sebastião (Foto: Junior Rezende)

O Centro Histórico de São Sebastião é uma verdadeira preciosidade, com seus casarios coloniais. Grande parte da região é tombada como patrimônio histórico. 

Os imóveis mais antigos são fruto de uma técnica de construção que era muito comum no litoral, em que a alvenaria é constituída de pedra assentada com argamassa de pó de concha, areia e óleo de baleia.

Quando for caminhar por suas ruas de pedras e adornadas com lindos flamboyãs, não deixe de conhecer a Igreja Matriz, do século XVII, em estilo jesuítico e composições renascentistas, e a Casa Esperança, localizada na avenida Dr. Altino Arantes. Esta construção imponente é majoritariamente composta em arquitetura do século XVIII.

Muitas das construções históricas abrigam bares, restaurantes e sorveterias, o que torna o passeio uma experiência gastronômica e também uma opção de lazer para os dias chuvosos.

Praça de Eventos de São Sebastião (Foto: Valtair Rosaboni)

Bem próximo à avenida Dr. Altino Arantes fica na Praça de Eventos, onde acontecem shows e, em janeiro, a tradicional Festa do Padroeiro São Sebastião. Ali ao lado ainda ficam os canhões portugueses que serviam para proteger a cidade dos piratas desde o século XVI. 

Dica: não deixe de apreciar a vista de Ilhabela em um píer com vista panorâmica, localizado bem ao lado da Praça de Eventos, que avança pelo Canal de São Sebastião. Com sorte é possível até avistar tartarugas marinhas que costumam vir “acenar” para os visitantes. 

A travessia de balsas entre São Sebastião e Ilhabela também fica nas proximidades. Para quem está com tempo, ir até a cidade vizinha é sempre um programa dos mais prazerosos e também proporciona uma vista sem igual da própria São Sebastião.

História

São Sebastião (Foto: Marcos Bonello)

São Sebastião é a mais antiga cidade do litoral norte de São Paulo. Ela foi elevada à condição de Vila em 1636.

Mas, bem antes, em 1502, Américo Vespúcio passou com uma expedição ao largo da ilha que hoje abriga Ilhabela e a batizou com o nome do santo daquele dia, 20 de janeiro: São Sebastião. É daí que vem o nome da cidade.

Antes do início da colonização pelos portugueses, a região mais ao norte era habitada por índios Tupinambás e, mais ao sul, pelos Tupiniquins. 

Também antes de ser alçada à condição de Vila, a ocupação de São Sebastião teve início após a divisão das Capitanias Hereditárias. Naquela época foi fomentada a agricultura, a pesca e os engenhos de cana de açúcar, que foram responsáveis por um desenvolvimento econômico de maior vulto do local. 

Com a abolição da escravatura e a abertura da ferrovia Santos-São Paulo, que proporcionou uma maior utilização do Porto de Santos, a escravista e agrária São Sebastião do século XIX experimentou certo declínio. A volta por cima começou a ser dada na década de 1940, quando a cidade ganhou uma infraestrutura portuária. Nos anos 1960, a chegada do terminal marítimo da Petrobras impulsionou uma retomada econômica no município. Já o turismo ganha impulso a partir dos anos 1970, com a abertura da rodovia Rio-Santos.

 ***Você bem informado em 5 minutos! Clique aqui e assine GRÁTIS a Newsletter do Costa Norte https://bit.ly/newslettercostanorte & leia sua dose diária de informação direto no e-mail

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por