SAÚDE

Recadastramento dos usuários do SUS em Santos pode ser feito nas policlínicas

Recadastramento pode ser feito de segunda a sexta-feira das 8 às 16 horas

Da redação
Publicado em 31/10/2022, às 09h34 - Atualizado às 09h41

FacebookTwitterWhatsApp
Campanha iria até o dia 24 de outubro, mas foi estendida e não possui previsão de término até o momento Recadastramento dos usuários do SUS em Santos pode ser feito nas policlínicas Fachada de policlínica de Santos - Prefeitura de Santos
Campanha iria até o dia 24 de outubro, mas foi estendida e não possui previsão de término até o momento Recadastramento dos usuários do SUS em Santos pode ser feito nas policlínicas Fachada de policlínica de Santos - Prefeitura de Santos

Moradores de Santos ainda podem fazer o recadastramento no Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as policlínicas da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Inicialmente, a campanha iria até o dia 24 de outubro, mas foi estendida e não possui previsão de término até o momento. A atualização dos dados garante a continuidade no atendimento na rede de saúde de Santos e também deve ser feita por pessoas com plano de saúde que utilizam as unidades públicas eventualmente, como por exemplo, para vacinação.

O recadastro visa melhorar o atendimento à população, através do redimensionamento de pacientes nas unidades de acordo com a nova divisão de território, para que a distribuição dos usuários seja mais igualitária e gere mais qualidade e rapidez no serviço de saúde municipal. A ação também é necessária por conta de duas futuras novas policlínicas na cidade.

“Estamos construindo novos postos no Dique da Vila Gilda, um dos locais de maior vulnerabilidade social de Santos, e no Estuário, um bairro tradicional que nunca teve uma policlínica. Com o recadastramento, podemos planejar melhor o atendimento das unidades de saúde, identificar a demanda para contratação de novos profissionais e conseguir verbas do Governo Federal para investimento no município”, destacou o prefeito Rogério Santos.

Para atualizar os dados, o munícipe deve comparecer à sua policlínica de referência e apresentar cartão SUS, CPF e comprovante de residência. Pacientes que são acompanhados por agentes comunitários de saúde (ACS) devem procurar o profissional para efetuar a atualização.

Leia também: Boqueirão: conheça mais sobre esse tradicional bairro santista

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!