Novo ministro reafirma investimentos no Porto de Santos

Costa Norte
Publicado em 04/02/2011, às 17h14 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h04

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Os projetos de expansão portuária na área continental de Santos e a revitalização do cais do Valongo foram os principais assuntos tratados nesta quarta-feira (02) entre o novo ministro da Secretaria Especial de Portos, Leônidas Cristino, e o prefeito santista João Paulo Tavares Papa (PMDB), durante visita à cidade no aniversário do Porto de Santos. O ministro reafirmou os investimentos de R$ 1,4 bilhão no complexo, por meio do PAC 2 (Plano de Aceleração do Crescimento), do governo federal. “O Porto de Santos já cresceu muito e vai crescer bem mais, porque é de grande importância para o Brasil”, disse Cristino, frisando ser intenção do governo federal dar continuidade às obras necessárias para tal desenvolvimento. Acrescentou ainda que atuará para a ampliação da integração do porto com a cidade.

Roteiro Acompanhado por autoridades locais, Cristino sobrevoou e percorreu as duas margens do estuário, conheceu a nova avenida Perimetral e a área onde será construído o 'Mergulhão' e o Porto Valongo Santos. Visitou também a Capitania dos Portos, draga 'Xin Hai Hu', Terminal de Cruzeiros Marítimos, Codesp e prefeitura. Após conversar com o ministro, Papa, que também preside a Associação Brasileira de Municípios Portuários, disse que foi possível elencar os principais projetos da cidade relacionados à pasta, como Porto Valongo, Barnabé-Bagres, ligação seca entre as duas margens e as novas marginais da Anchieta. “Nos próximos dias será programada uma agenda de trabalho para o detalhamento de cada um deles”, completou o prefeito.

Em Guarujá Guarujá também recebeu a visita de Cristino. Acompanhado pela prefeita Maria Antonieta de Brito (PMDB) e pelo presidente da Codesp (Cia. Docas do Estado de SP), José Correia Serra, ele viu de perto os impactos causados pelo trânsito de veículos pesados nas vias urbanas do município e aproveitou sua passagem pela Pérola do Atlântico, para reforçar o apoio da presidenta Dilma Rousseff (PT) a projetos estruturantes da cidade. Antonieta pediu ao ministro que agilize a 2ª fase da avenida Perimetral guarujaense, também prevista pelo PAC 2. Obra que, segundo ela, será necessária para mudar o processo de entrada no Porto. “É essencial para termos finalmente uma entrada exclusiva para o Porto, que não prejudique a população e nem a deixe com o sentimento de que a operação portuária em Guarujá é ruim”, frisou a prefeita.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!