Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
VARÍOLA DOS MACACOS

Navio é impedido de atracar no Porto de Santos após Anvisa detectar 3 casos suspeitos de monkeypox

Profissionais com casos suspeitos apresentavam erupções cutâneas no corpo e teriam desembarcado em terra firme na quinta e sexta-feira, segundo a Anvisa

Da redação
06/08/2022 às 17:28.
Atualizado em 06/08/2022 às 17:46
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Profissionais com casos suspeitos apresentavam erupções cutâneas no corpo e teriam desembarcado em terra firme (Estúdio 58 Imagens Aéreas/Divulgação SPA)

Profissionais com casos suspeitos apresentavam erupções cutâneas no corpo e teriam desembarcado em terra firme (Estúdio 58 Imagens Aéreas/Divulgação SPA)

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Após o navio cargueiro MV Captain John P de bandeira do Chipre ser impedido de atracar no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, na tarde de sexta-feira (5), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou, na manhã deste sábado (6), três casos suspeitos da varíola dos macacos entre os 22 tripulantes que estão no navio.

A embarcação veio do porto de San Lorenzo, na Argentina, e está na área de fundeio [afastada da costa] do Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A informação foi passada pela a Santos Port Authority (SPA), que administra o cais santista.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Segundo a Anvisa, mesmo com a proibição da embarcação atracar, os tripulantes suspeitos saíram do navio e desembarcaram em Santos, dois tripulantes teriam desembarcado na quinta-feira (4) e um outro pisou em terra firme com os sintomas. Os três apresentavam erupções cutâneas no corpo e foram encaminhados ao hospital - a unidade não foi informada.

Navio é impedido de atracar no Porto de Santos após Anvisa detectar 3 casos suspeitos de monkeypox (Reprodução vesselfinder/Arquivo)

Os demais tripulantes passaram por uma avaliação clínica após a Anvisa detectar os três suspeitos. Já na segunda-feira (8), está prevista uma vistoria física na embarcação como medida de prevenção e controle.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

A Santos Port Authority (SPA), órgão que administra o cais santista, reforçou que seguirá as orientações da Anvisa em relação à prevenção do contágio da doença.

Varíola dos macacos

A Monkeypox, ou varíola dos macacos, é uma doença causada pelo vírus Monkeypox do gênero Orthopoxvirus e família Poxviridae. Apesar do nome popular, é importante destacar que os macacos não são reservatórios, ou seja, não são capazes de permitir que o vírus da varíola viva e se multiplique em seus organismos.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Embora o reservatório seja desconhecido, os principais candidatos são pequenos roedores (como esquilos, por exemplo) nas florestas tropicais da África, principalmente na África Ocidental e Central.

A transmissão entre humanos ocorre principalmente por meio de contato pessoal com secreções respiratórias, lesões de pele de pessoas infectadas ou objetos recentemente contaminados. A erupção geralmente se desenvolve pelo rosto e depois se espalha para outras partes do corpo, incluindo os órgãos genitais.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O Portal Costa Norte é um dos veículos de comunicação do Sistema Costa Norte de Comunicação, empresa que atua no litoral paulista há mais de trinta anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade.

Sistema Costa Norte de Comunicação© Copyright 2022Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte de Comunicação.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por