Prefeitura e Instituto Verdescola formalizam convênio

Costa Norte
Publicado em 14/10/2016, às 13h07 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h34

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Halsey Madeira

São Sebastião

Da redação

O prefeito de São Sebastião Ernane Primazzi recebeu, na manhã de quinta-feira,13, a empresária Maria Antonia Civita, presidente do Instituto Verdescola, ocasião em que formalizou o convênio que destina recursos para execução de projetos do Fundo Municipal do Conselho da Criança e do Adolescente do município (Fumcad).

A captação de verbas destinada ao Fumcad é feita pelo Instituto Verdescola junto à iniciativa privada,  e 20% do total arrecadado é destinado à realização de outros projetos na cidade, explicou a advogada Maria Fernanda Carbonelli Muniz. Ela participou da reunião junto com a secretária de Trabalho e Desenvolvimento Humano Roseli Trevisan Primazzi e a secretária-adjunta da Setradh, Ana Margarida.

Segundo Fernanda Carbonelli, a captação de recursos ficou em cerca de R$ 1,9 milhão. Deste total, R$ 1,5 milhão destina-se à manutenção dos projetos realizados pelo Instituto Verdescola nas áreas de educação, cultura, esportes e qualificação profissional, que atende cerca de mil crianças, adolescentes, jovens e adultos nos projetos promovidos na sede do instituto, na Vila Sahy, em Barra do Sahy, costa sul do município.

A proposta do encontro solicitado pela empresária Maria Antonia Civita foi também agradecer ao prefeito Ernane pela parceria que tem sido realizada com sucesso,  e fundamental para a preparação dos integrantes dos projetos ao mercado de trabalho, e que visa à melhoria da qualidade de vida da população local.

Repasse

O prefeito destacou a importância da atuação do Instituto Verdescola e da arrecadação junto a seus parceiros, e informou que as verbas destinadas ao Fumcad são repassadas a projetos essenciais voltados ao atendimento de crianças e adolescentes. O convênio celebrado entre a administração e o Instituto regulamenta o repasse do respectivo valor para a manutenção das atividades do Verdescola.

A advogada Fernanda Carbonelli frisou a importância de explicar que não há ônus nem para a administração nem para o erário público. Segundo ela, o Fumcad possibilita custear projetos sociais sem onerar o poder público, pois os recursos são captados pelas próprias instituições.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!