INVASÃO

Presidiário aciona polícia para expulsar invasora de residência em Praia Grande (SP)

Indivíduo estava em 'saidinha' temporária quando se deparou com uma invasora morando em sua residência

Da redação
Publicado em 20/09/2021, às 15h40 - Atualizado às 17h04

FacebookTwitterWhatsApp
Imagem de Free-Photos por Pixabay
Imagem de Free-Photos por Pixabay

Um presidiário de 58 anos acionou a Polícia Militar para pedir um auxílio referente à invasão de sua residência, em Praia Grande, litoral paulista. O homem, que está preso desde junho de 2017, ficou ciente de uma moradora indesejada em sua casa.

*Obrigado por ler o Costa Norte. Faça parte do nosso canal ℹ📲 ➤ https://t.me/tvcostanorteno Telegram!

A polícia foi acionada no último sábado (18) pelo homem, durante uma saída temporária. O indivíduo foi até sua residência e constatou que todas as fechaduras haviam sido trocadas, e tomou ciência, por meio de conhecidos, de que sua ex-esposa estava no local.

Em uma rápida explicação aos investigadores. O homem relatou que houve um acordo judicial com a autora: “A mulher ficaria residindo no imóvel na cidade de Santo André/SP e a vítima no imóvel situado no local dos fatos; ocorre que a vítima se encontra presa”, contam autoridades.

O fato foi confirmado pela síndica do condomínio, localizado na rua Carlos José Bortens, bairro Aviação.

O homem havia encontrado a ex-mulher no local no ano de 2020, quando teve a permissão de sair da prisão pela primeira vez e, mesmo reclamando, ela continuou no local até o ano seguinte.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia de Praia Grande. A vítima da invasão não entrou em contato com a autora e deixou a justiça nas mãos dos policiais.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!