Porto de São Sebastião é novamente o 1º no ranking da Antaq

Costa Norte
Publicado em 07/10/2016, às 13h55 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h33

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Divulgação/CDSS

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) elegeu, pelo segundo ano consecutivo, o porto de São Sebastião à primeira colocação do Índice de Desempenho Ambiental Portuário (IDA), com 99,37 pontos. O ranking de gestão ambiental avaliou outros 29 portos de todo o Brasil. Em 2015, o porto, administrado pela Companhia Docas de São Sebastião, também obteve a primeira posição, com 95,73 pontos.

A cerimônia de entrega do prêmio Antaq 2016 – Categoria Desempenho Ambiental- aconteceu na última semana de setembro, em Brasília, após seminário de Sustentabilidade Ambiental nos Transportes Aquaviários, apresentado pela Agência. Durante o evento, o diretor-presidente da Companhia Docas de São Sebastião Casemiro Tércio Carvalho recebeu a premiação, consolidando o porto como referência em gestão ambiental no setor portuário brasileiro.

Para o diretor, a primeira colocação consecutiva em um importante índice representa que “é possível compatibilizar a atividade portuária em áreas sensíveis de proteção ambiental, juntamente com o turismo”. Para Casemiro Tércio, “isto é o resultado de uma gestão feita com dedicação e foco na mudança de cultura da comunidade portuária. A ampliação do porto se dará em bases sustentáveis”.

O IDA é uma importante ferramenta para a compreensão e comparação da dinâmica da gestão ambiental portuária. Um de seus objetivos é medir o grau de atendimento dos portos brasileiros às conformidades ambientais. A metodologia utilizada pela Antaq no IDA considera 38 indicadores baseados na literatura técnica especializada, legislação ambiental aplicável e boas práticas observadas no setor portuário mundial. Os indicadores são classificados em quatro categorias, que avaliam a capacidade econômico-operacional, sociocultural, físico-química e biológico-ecológica.

A conquista deste prêmio faz do porto de São Sebastião referência nacional em gestão ambiental. Além de ser destaque neste ranking, é o primeiro e único porto organizado a conquistar a certificação internacional ISO 14.001, que indica qualificação em gestão ambiental, para toda a atividade de administração, exploração e operação. É também o primeiro do Brasil a possuir um plano de área aprovado pelo órgão ambiental, o qual reúne as medidas necessárias a ser tomadas em caso de acidentes com derramamento de óleo.

O porto sebastianense é administrado pela Companhia Docas de São Sebastião, vinculada à Secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo. Entre importação e exportação, os principais produtos transportados são: barrilha, sulfato de sódio, malte, cevada, produtos siderúrgicos, veículos, máquinas e equipamentos. Seu potencial de crescimento está atrelado ao estratégico papel na sua área de influência, que compreende a região do Vale do Paraíba e o eixo da todovia Dom Pedro até Campinas. Além disso, deve-se também à sua localização natural no canal, com dois acessos de águas profundas.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!