Colucci e presidentes de associações vistoriam reforma de balsas em SC

Costa Norte
Publicado em 28/10/2011, às 13h44 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h26

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PPS), o presidente da Associação Comercial e Industrial, Mário Sérgio Perrechil, e o presidente da Associação de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, Edilson Moretto, o Alemão, estiveram em Navegantes (SC), na terça-feira (25), para vistoriar a reforma das balsas Valda e FB-25. Eles verificaram o andamento dos trabalhos no estaleiro e cobraram agilidade nos serviços. “Nossa preocupação e também das associações é que o número reduzido de balsas na travessia traz transtornos para a população ilhabelense e prejudica o turismo”, enfatizou o prefeito. A comitiva ilhabelense foi recebida no Estaleiro Passos pelos diretores Nilson Maria Oliveira e José Roberto Amaral. Semana passada, a prefeitura já havia cobrado melhorias no sistema ao diretor de operações da Dersa, o engenheiro João Henrique Poiani, responsável pela administração das 8 travessias litorâneas do Estado (Litoral Norte, Baixada Santista e Litoral Sul).

Detalhes Durante a visita ao estaleiro em Navegantes, a comitiva conferiu todos os detalhes da reforma das embarcações. “A Valda já está na fase final dos reparos e volta pra água nesta sexta-feira [dia 28] para fazer o alinhamento dos novos motores. Em seguida já vem pra ilha. A previsão que nos deram é que na segunda ou terça-feira [31 ou 1º/11] esteja operando na nossa travessia”, ressaltou Perrechil, com base nas informações obtidas no estaleiro. A FB-25, que tem capacidade para 100 veículos, ainda não foi retirada do mar, mas os reparos já foram iniciados no convés. A expectativa é que esta reforma seja mais rápida, já que se trata de uma embarcação mais nova. “A FB-25 volta para a travessia São Sebastião/Ilhabela no início de dezembro, conforme garantiu a Dersa”, disse o prefeito. Positiva O presidente da Associação Comercial considerou positiva a visita ao estaleiro em Santa Catarina. “Fizemos uma reclamação a Dersa com base no que está acontecendo, pois poderíamos perder turistas justamente no período mais importante, que é a Temporada de Verão. E vimos que os serviços serão concluídos a tempo. Os hotéis estão cheios e já estávamos recebendo algumas queixas, principalmente, em relação ao retorno. Com a volta das balsas, a situação será normalizada”, disse. Com a chegada da Valda já na próxima semana, a travessia passa a operar com 5 balsas. Em dezembro, o sistema volta a ter as 6 embarcações com o retorno da FB-25.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!