Brasileiro mais velho a dar volta ao mundo é recebido, em Ilhabela

Costa Norte
Publicado em 09/03/2012, às 09h43 - Atualizado em 24/08/2020, às 00h58

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Chegou a Ilhabela, no último sábado (3), o velejador Raimundo Nascimento, 62 anos, o brasileiro mais velho a dar a volta ao mundo. Com lágrimas nos olhos e muita emoção, o atleta agradeceu a calorosa recepção dos ilhabelenses no seu destino final, especificamente, no Pindá Iate Clube, onde o veleiro Caroll fica ancorado. “Obrigado a todos por virem recepcionar este velho marinheiro. Estou muito contente de realizar este sonho e vocês fazem parte dele também”, declarou Nascimento. A bordo do veleiro Caroll, Raimundo Nascimento partiu do Rio de Janeiro no dia 23 de abril de 2011 e após dar a volta ao mundo, chegou ao ponto de partida, no dia 28 de fevereiro deste ano. Com este tempo, ele inaugurou uma nova rota de circum-navegação do planeta, diminuindo o tempo que leva em média dois anos para 11 meses de viagem. Após a saída do Rio de Janeiro, Nascimento foi até o Recife e depois para Granada, no Caribe. Em seguida, passou por Colon (Panamá), Polinésia Francesa, até chegar à Ilha de Nuku Hiva. De lá, seguiu para o Tahiti, Samoa Americana, Thursday Island, no estreito de Horn, entre Papua Nova Guiné e Austrália, passando pela costa australiana até Cocos Keeling. Depois Ilhas Maurício, Ilha Reunion e em seguida, para a África do Sul em Durban, Port Elizabeth e Cape Town. Depois disso, direto para a cidade maravilhosa, Rio de Janeiro, somando aproximadamente 25 mil milhas de navegação. Além dos obstáculos naturais que envolvem uma viagem de volta ao mundo sozinho num barco de 12 metros, Raimundo Nascimento teve que superar ainda um câncer. “Esta viagem foi importante para mim como superação e enriquecimento espiritual, visto todas as adversidades sofridas. Mas graças a Deus, estou em terra firme com a minha família”, destacou. O próximo objetivo do velejador é escrever um livro sobre sua viagem. “Já estou trabalhando nele (livro) e pretendo lançar em breve. Quero reverter toda a renda para uma instituição que cuide de crianças em tratamento de câncer”, disse. O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci fez questão de prestigiar o velejador. “É muito bonito ver a determinação do Raimundo Nascimento. Pessoas como ele são grandes exemplos para os nossos jovens”, ressaltou. O vice-prefeito e secretário de Esportes, Lazer e Recreação, Nuno Gallo, esteve com o velejador. “É um exemplo de vida, motivo de muito orgulho para todos nós brasileiros. Temos que aprender muito com este exímio velejador que superou tantas adversidades”, declarou.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!