Reforma Administrativa é aprovada e transição começa em março

Costa Norte
Publicado em 08/02/2013, às 14h56 - Atualizado em 23/08/2020, às 13h56

FacebookTwitterWhatsApp

A prefeitura de Guarujá teve o projeto de lei que visa à adequação na estrutura administrativa aprovado pelo Legislativo, com exceção da criação da Secretaria Especial para Assuntos da Copa e Olimpíadas. Segundo a prefeitura, a pasta seria um instrumento “inovador instrumento de visibilidade, captação de recursos e organização de todas as ações relacionadas à Copa do Mundo (infraestrutura, geração de emprego e renda, turismo, relação com as seleções).” De acordo com a Secretaria Executiva de Coordenação Governamental, a transição de uma estrutura para outra será iniciada a partir de março, para que concilie os ajustes necessários e não haja ruptura dos trabalhos e ações em andamento.

Objetivo A reforma administrativa está focada dar suporte e acelerar o desenvolvimento sustentável. A intenção é dar condições para o município aproveitar as oportunidades de desenvolvimento, como a expansão portuária, implantação do aeroporto e a exploração de petróleo e gás. As mudanças na gestão incluídas na reforma visam corrigir a estrutura administrativa criada em fevereiro de 2011, prover maior capacidade de enfrentar os problemas da cidade, estimular o desenvolvimento econômico, além de contribuir para a geração de trabalho e renda. Outro objetivo da reformulação é corrigir incongruências salariais, extinguir cargos em comissão e inserir novos cargos que nesse momento atendem às necessidades e contribuem com o processo de desenvolvimento do município.

Próximos dias A lei que resulta na nova estrutura administrativa será sancionada pela prefeita Maria Antonieta de Brito (PMDB) nos próximos dias, juntamente com os decretos que regulamentam o organograma das Secretarias, suas composições e dotação orçamentária.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!