Guarujá celebra dia do padroeiro Santo Amaro

Costa Norte
Publicado em 14/01/2017, às 07h22 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h46

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Foto: Pedro Rezende

Guarujá

Neste domingo, 15, Guarujá celebra o dia de seu padroeiro, Santo Amaro, com festividades nas igrejas católicas do município e também com ações do Dia de Cidadania na Praça 14 Bis, em Vicente de Carvalho.

Para o Dia de Cidadania, a Secretaria de Saúde se mobilizou com equipes da Dengue e do Centro de Testagem Aconselhamento, Prevenção e Treinamento. Além disso, no local será montada uma feira de doação de animais e outras secretarias aderiram à programação. Os participantes contarão com apresentação teatral e musical, além de entretenimento infantil, com uma trupe de palhaços. Estas atrações foram viabilizadas pela Secretaria de Cultura.

O evento na Praça 14 Bis acontece no domingo, 15, das 9 às 13 horas.

Programação religiosa

A data religiosa será marcada por festividades em algumas igrejas católicas do município. A paróquia Nossa Senhora de Fátima e Santo Amaro, no Centro, realizará uma procissão pelas ruas do bairro a partir das 18 horas, com saída na Praça da Matriz. Em seguida, por volta das 19 horas, será celebrada a tradicional missa campal em homenagem ao padroeiro. O evento contará com a presença do bispo da Diocese de Santos, Dom Tarcísio Scaramussa.

Já na segunda-feira, 16, a celebração acontece na capela Santo Amaro, localizada na rua Waldemar Tangari, 316, Jardim Conceiçãozinha, em Vicente de Carvalho. A partir das 19 horas haverá uma procissão pelas ruas próximas à igreja, e encerramento com missa.

Santo Amaro

Nasceu em Roma e entrou muito cedo para a vida religiosa. Se tornou beneditino com apenas 12 anos de idade, por intermédio de São Bento, a quem considerava seu pai espiritual. Dentre as histórias que alimentam a santidade de Amaro, uma conta que certa vez, São Bento, por revelação, soube que um jovem estava para se afogar em um açude. Disse ao então discípulo que fosse ao encontro daquela pessoa. Ele teria ido com tanta obediência que teria caminhado sobre as águas para salvá-lo. Também são atribuídos a ele milagres como a cura de enfermos e pessoas com deficiência.

O padroeiro de Guarujá edificou 120 mosteiros na França e faleceu em 15 de janeiro de 565, aos 72 anos. Foi a partir da construção da Capela de Santo Amaro que a ilha onde está localizado o Município passou a ter o nome do santo. Essa capela teria sido construída em 1545 pelo português José Adorno, nas proximidades da Fortaleza Santo Amaro da Barra Grande. Em respeito à crença dos devotos católicos, o dia do santo italiano é feriado municipal.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!