Casa Flutuante se torna Centro de Educação Ambiental

Costa Norte
Publicado em 24/08/2012, às 10h57 - Atualizado às 01h06

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Por Eliana Cirqueira

Desativada há anos por conta de abandono e depredação, uma Casa Flutuante foi reformada e entregue esta semana para a Secretaria de Meio Ambiente de Guarujá. Ela está agora no Canal de Bertioga, do lado de Guarujá e, em breve, será utilizada como um Centro de Educação Ambiental. O objetivo é receber alunos do município e de cidades vizinhas para vivência com a fauna e flora da região. A reforma do equipamento foi custeada pela iniciativa privada, por meio de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) de compensação ambiental.

Reforma do equipamento foi custeada pela iniciativa privada

Custo De acordo com o secretário da pasta, Élio Lopes dos Santos, a reforma da casa teve um custo de mais de R$ 400 mil. Ele ainda informou que o píer está sofrendo reparos e tem orçamento de quase R$ 200 mil e deve ser entregue até o próximo dia 15. O local fica no km 13,5 da estrada Guarujá-Bertioga.

Projetos “Foram vários projetos [por meio de compensação ambiental] que permitirão que a prefeitura monte no terreno em frente ao Canal de Bertioga, o Laboratório de Pesquisa da região e até análise, futuramente, da balneabilidade das praias. E também o Centro de Educação Ambiental. Aqui ainda ficará a Guarda Ambiental e os barcos que farão o patrulhamento da área. Faremos convênio com a Marinha e os barcos estarão equipados com radar”, detalhou o secretário de Meio Ambiente de Guarujá.

Melhorias Entre as melhorias realizadas na Casa Flutuante está a reforma da calderaria, com tratamento e pintura da parte metálica. O equipamento foi reformado pelo estaleiro Supmar. A Casa também recebeu reparos de marcenaria e pintura das partes de madeira, que ficam acima dos flutuantes.

Equipamento fica no km 13,5 da estrada Guarujá-Bertioga

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!