Estado confirma reforço policial em Praia Grande

Costa Norte
Publicado em 01/11/2013, às 07h42 - Atualizado em 24/08/2020, às 01h24

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte
Grella e Mourão se reencontraram no último dia 18, na capital

Dos 300 homens da Polícia Militar que a Secretaria de estado de Segurança Pública enviará para Praia Grande durante a Operação Verão 2013/2014, 80 permanecerão depois na cidade, passando a fazer parte do efetivo fixo. Essa foi uma das medidas anunciadas pelo titular da pasta estadual Fernando Grella Vieira ao prefeito Alberto Mourão, no último dia 18, em São Paulo, quando respondeu a pauta de propostas que o município apresentou ao governo no dia 25 de setembro. Segundo Mourão, o reivindicado aumento do efetivo ocorrerá também de forma indireta, com a realocação de pessoal que se encontra afastado, a ser substituído por homens na ativa. “Com os 80 que ficarão na cidade após a Operação Verão – que neste ano ocorrerá de 26 de dezembro a 2 de fevereiro – e, com o remanejamento dos afastados, podemos chegar bem perto dos 172 homens que reivindicamos”, comemorou o prefeito. Observar critérios de “idade e aptidão” quando do envio de policiais para trabalhar em Praia Grande é outra medida da Secretaria de Segurança e vai ao encontro do pedido do prefeito de renovação do efetivo atual com policiais de menor faixa etária, prontos para atividade operacional, sem restrições de saúde ou disciplinares. A reclamação do prefeito era a de que a cidade acaba sendo escolhida por policiais já próximos da aposentadoria, deixando muitos nas atividades administrativas e restringindo o número dos que vão para as ruas. Ações para “eliminar o absenteísmo” também foram prometidas.

Em setembro Na vinda do secretário a Praia Grande, em setembro, numa ampla audiência com vereadores e representantes da comunidade, Mourão expôs a situação, demonstrando a urgente necessidade de medidas que pudessem diminuir de forma efetiva a criminalidade em Praia Grande. “Temos um crescimento populacional acima da média de todas as cidades da região metropolitana da Baixada Santista. São cerca de 12 mil pessoas se mudando a cada ano. Outra característica é a de que não temos mais movimento apenas em feriados e fins de semana prolongados. Os 125 mil imóveis de veraneio ficam ocupados praticamente todo o ano, fazendo com que, na realidade, nossa população seja de 650 mil e não 300 mil pessoas”, disse Mourão, na ocasião.

Grella disse ainda que serão “supridos os claros existentes” - vagas não ocupadas pela aposentadoria de policiais. E, no tocante a pedido de viaturas para as polícias Civil e Militar, “serão disponibilizadas, oportunamente.”

Vinda da Rota e outros pedidos também foram atendidos

Para colocar em prática a chamada Operação Delegada, que permite a policiais trabalharem nas suas folgas, o secretário Grella informou que aguardará lei específica do município. Outra reivindicação atendida é a manutenção da vinda frequente de operações da Rota, como tem ocorrido desde o final de setembro na cidade, medida que aumenta a sensação de segurança para os munícipes. A integração dos serviços do Centro de Operações da Polícia Militar com a Central de Monitoramento da refeitura, de forma a deixar a Guarda Civil Municipal e agentes de trânsito mais livres para atender ocorrências não criminais já está sendo estudada. No ofício que entregou a Mourão, respondendo às solicitações de Praia Grande, o secretário informa também que já determinou providências para que seja celebrado convênio que permitirá atendimento médico na Fundação Casa e no Centro de Detenção Provisória. A medida também resulta em mais homens nas ruas, pois diminui as escoltas policiais feitas a cada deslocamento à unidade de saúde dos abrigados e detentos. Grella afirmou ainda que também determinou a elaboração de convênio que viabilizará acesso do município ao Infocrim, registro das ocorrências, cuja análise permite o mapeamento das regiões de maior incidência criminal, como solicitado pelo prefeito. Mourão ficou satisfeito com o encontro com o secretário: “Ele demonstrou interesse e boa vontade de atender a tudo, gradualmente, dentro das limitações de sua pasta. Creio que o resultado será bem positivo para a cidade.”

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!