Entidade apresenta projeto para cursos de qualificação a deficientes

Costa Norte
Publicado em 13/07/2015, às 09h07 - Atualizado em 23/08/2020, às 14h38

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Uma iniciativa para colaborar com a qualificação profissional de deficientes, o Projeto 2 Tempos foi inaugurado oficialmente na quarta-feira, 8, na UME Princesa Isabel, em Cubatão. O presidente da Associação Paradesportiva Cubatense (APC) Edilson Araújo Pereira apresentou números levantados no site do Ministério do Trabalho, o qual aponta que, atualmente, 306 mil pessoas com deficiência estão formalmente empregadas no Brasil: "Deste total, cerca de 223 mil foram contratadas,  beneficiadas pela Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, conhecida como Lei de Cotas".

Esses dados, segundo Pereira, fortaleceram o objetivo da entidade de formular o projeto, que entre suas atividades, realiza os cursos de capacitação profissional de artesanato e de rotinas administrativas e telemarketing, com duração de cinco meses cada turma.

O coordenador da iniciativa Wagner Rodrigues reforçou, durante a apresentação, que o primeiro grupo, que tem aulas desde 8 de junho, concluirá o curso em novembro. Na sequência, serão abertas as inscrições para a formação de novas turmas, cujas aulas estão programadas para 2016.

Participaram da solenidade os secretários municipais Luiz Fernando da Silva (Esportes e Lazer); Tico Barbosa (Turismo); Pedro Hidelbrando da Silva (Manutenção e Serviços Públicos); Rosangela Andrade, gestora de projetos da Refinaria Presidente Bernardes (Petrobras), de Cubatão; Ana Paula Cutolo Cortez, especialista em gestão social da Anglo American; Selma Félix, assistente social do Sesi/Cubatão; e Heraldo Vicente, diretor da UME Princesa Isabel.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!