Cidades mobilizam-se para Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias

Costa Norte
Publicado em 16/09/2016, às 14h23 - Atualizado em 23/08/2020, às 15h31

FacebookTwitterWhatsApp
Costa Norte
Costa Norte

Fotos: Divulgação

As cidades do litoral norte terão, neste sábado, 17, atuações focadas no Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. O Instituto Terra & Mar coordena há 15 anos a campanha em São Sebastião, e, neste ano, anunciou que a iniciativa envolverá 15 praias e um rio  (Enseada, Canto do Mar, São Francisco, rio da Reserva du Moulin, Praia Deserta, Porto, Praia do Deodato, Mangue do Araçá, Praias do Cabelo Gordo e Segredo, Barequeçaba, Guaecá, Boiçucanga, Barra do Sahy, Jureia, Boraceia), contando com a colaboração de cerca de 400 voluntários, entre locais e turistas.  Além destas, a equipe do Projeto Viração, instalado na Topolândia, região central, atuará na limpeza da praia Preta, no centro.

Em Caraguatatuba, na qual a campanha ocorre desde 2002, coordenada pela Acaju - Associação Caiçara Juqueriquerê-, a concentração das atividades ocorrerá na Praça de Eventos do Porto Novo, com mutirões das 8h às 12 horas.

O mutirão de limpeza ocorrerá ao longo das praias do Porto Novo, Palmeiras, Flexeiras, Indaiá, Capricórnio e Cocanha, com envolvimento e participação de várias ONGs locais, associações de moradores de bairros, escolas, além de turistas que frequentam a região.

Em Ilhabela, a concentração dos voluntários está marcada para às 7h, em frente ao hotel Pelicano, na praia do Perequê. Para realizar as ações de limpeza é esperada a participação de 110 voluntários, entre eles, funcionários da prefeitura, do Centro de Triagem, do Viveiro Municipal, Colégio Objetivo e as equipes de escoteiros Maembipe e Guapuruvu e quem mais quiser se juntar a eles. Os grupos formados irão percorrer da praia do Itaquanduba até o mangue da Barra Velha, próximo à Ponte Estaiada. O Saco da Capela, praias Guarupucaia (Pedra do Sino), da Armação,  da Pacuíba e do Jabaquara também terão o lixo recolhido pelos voluntários. No ano passado, aproximadamente 1 tonelada de lixo foi retirada pelas equipes.

Catalogação do lixo

As equipes de voluntários limparão as praias, separando e catalogando as diferentes categorias de lixo, em fichas de coletas de dados padronizadas internacionalmente. Os dados serão coletados pelos coordenadores e enviados para o Centro de Conservação dos Oceanos (Ocean Conservancy), para análise estatística, que será encaminhada para a ONU, responsável pela Comissão Intergovernamental Oceanográfica (IOC). São os resultados mundiais dessas análises que permitem à IOC convencer os países a se tornarem signatários do Marpol Treaty, um tratado internacional de controle de poluição marinha. Esses dados têm sido muito importantes na formulação de políticas públicas e legislação em vários países que participam da campanha, em relação ao descarte e destinação de resíduos sólidos. Durante a ação, as empresas de coleta de lixo dos municípios envolvidos coletarão e encaminharão os resíduos recicláveis para  reciclagem.

Além de ser um mutirão de limpeza, esta campanha é uma importante forma de conscientização e educação da população sobre as consequências do descarte inadequado de resíduos sólidos e do papel do cidadão na conservação do meio ambiente.

Projeto Ambiental

Há 31 anos, a The Ocean Conservancy, uma ONG norte-americana,  promove esta campanha. Durante este evento, sempre no terceiro sábado de setembro, voluntários em todas as partes do mundo vão às praias coletar o lixo depositado pelos usuários locais ou por descargas no mar originadas de navios ou rios. Desta forma, a participação de voluntários no Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias não para de crescer. Em sua última edição, 800 mil voluntários de 93 países contribuíram para este esforço mundial, coletando 8.193 toneladas de lixo, em 40.538km de praias e rios.

Quem quiser participar da campanha basta comparecer no dia 17 de setembro, às 9h, em uma das praias nas quais ocorrerão o evento, levando consigo um par de luvas e muita vontade de exercer o espírito voluntário e contribuir para um ambiente mais saudável.

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!