NO RUMO DO CRESCIMENTO

"Ciesp para todos": como entidade ajuda Baixada Santista a crescer

Entidade fomenta o chamado ‘networking’ entre empresários da região e emite certificado de origem, ferramenta que pode baratear custos de exportação de produtos no Porto de Santos

Da redaçãoPublicado em 27/05/2021 às 15:39Atualizado há 27/05/2021 às 15:51
Porto de Santos é o maior do hemisfério Sul (Imagem: Reprodução / G. Maps / Copyright Marcelo Silva)

Porto de Santos é o maior do hemisfério Sul (Imagem: Reprodução / G. Maps / Copyright Marcelo Silva)

George Washington, primeiro presidente dos Estados Unidos, no século XVIII, afirmava que uma indústria forte é um dos meios eficazes para um povo ser feliz e poderoso. Apesar de muita coisa ter mudado de lá para cá, a indústria continua sendo um dos setores estratégicos para o desenvolvimento econômico de nações, estados e cidades.

E se a indústria é um setor estratégico, entidades que ajudam no desenvolvimento industrial também o são. É por essa perspectiva que o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) é encarado.

A entidade, fundada em 1928, está prestes a completar um século de existência com atuação em prol do desenvolvimento industrial do estado mais economicamente desenvolvido do Brasil.

Em âmbito estadual, o Ciesp reúne empresas industriais e suas controladoras, bem como associações cuja atividade esteja relacionada ao setor produtivo, assim como empresas com atividades diretamente relacionadas aos interesses das indústrias.

O Ciesp é a entidade mais representativa da base industrial paulista. Reúne quase 7.000 empresários de todas as regiões do estado, de proprietários a acionistas, de executivos a empreendedores comandantes de empresas de todos os tamanhos. 

A indústria paulista, entretanto, não é unitária, ela é diversa. Se em determinadas regiões a força está na indústria extrativista, em outras é a indústria alimentícia que é forte. Se em algumas áreas é a indústria de bens de produção que alavanca a economia, em outras é a indústria da construção civil e de comércio exterior que tem impacto positivo na economia.

Estas duas últimas áreas citadas são o caso da Baixada Santista, região turística, com construção civil pujante e que também possui o Complexo Portuário de Santos, ou Porto de Santos, maior da América Latina. O Porto de Santos constantemente quebra recordes de movimentação de carga e figura entre os maiores do mundo.

Com um colosso portuário de tal magnitude, parte substancial da economia da região gira em torno desta atividade.

Atento às peculiaridades da Baixada Santista, o Ciesp Santos tem desenvolvido soluções únicas tanto para o dia a dia quanto para o longo prazo dos associados da região, segundo Erik Sanches, diretor regional da entidade.

“O Ciesp Santos é uma das principais entidades a nível nacional e internacional. Pensando em Santos e pensando num dos maiores cartões postais [da região] - o Porto de Santos - para o nosso associado há um benefício muito importante, que é o certificado de origem que dá a chancela da procedência do seu produto que é exportado”, afirma Sanches.

O certificado de origem é uma ferramenta de fomento ao comércio exterior. Numa região portuária com exportações altamente ativas, o certificado ajuda no escoamento da produção.

Segundo o Ciesp, o certificado é “o documento que concede tratamento preferencial nas exportações para países com os quais o Brasil possui acordos de comércio. O objetivo desse documento é apoiar a competitividade dos exportadores brasileiros, por meio da redução ou isenção do imposto de importação em seus produtos, desde que cumpram os requisitos negociados nos acordos”.

Além disso, o certificado também ajuda a diminuir custos, aumentando a competitividade de quem o utiliza. Ele é uma das principais frentes do Ciesp regional de Santos, mas não a única.

O Ciesp de Santos, é um aliado estratégico dos mais diversos tipos de empreendedores da Baixada Santista, auxiliando-os na confecção de novos negócios, com cursos online, palestras e orientações técnicas, seja nos novos negócios, ainda no primeiro passo, seja com empresas estabelecidas no mercado.

Segundo o diretor regional, a entidade também atua fortemente como intermediário de novos negócios, colocando empresários com interesses comuns em contato uns com os outros, o chamado networking, que pode fazer a diferença entre um negócio bem sucedido e um fracassado. .

“O Ciesp é para todos. Nós temos, além de industriais, prestadores de serviço. Porque o nosso objetivo principal é o networking. A nossa maior fortaleza dentro da nossa entidade é o networking, onde o associado, quando ele precisa de alguma demanda, a gente faz essa intermediação com quem ele precisa, colocamos os dois frente a frente para uma conversa, para gerar negócios e fazer a economia girar”, conclui Sanches.

  

Assuntos

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por