EBC Internacional

Destroços do Titan são encontrados e levados ao Canadá

EBC Internacional
Publicado em 28/06/2023, às 21h06

FacebookTwitterWhatsApp
Imagem Destroços do Titan são encontrados e levados ao Canadá

Um navio de bandeira canadense trouxe para a costa, nesta quarta-feira (28), os destroços do submersível Titan, que implodiu durante uma expedição ao naufragado Titanic este mês, matando todas as cinco pessoas a bordo.

Um vídeo da Canadian Broadcast Corporation mostrou o que parecia ser a ponta do submersível e outros fragmentos envoltos em lona branca puxados por um guindaste do navio Horizon Arctic no porto de St. John, em Terra Nova e Labrador, no Canadá, na manhã de hoje.

Espera-se que os destroços revelem mais sobre a causa da implosão catastrófica que matou todos a bordo – o presidente-executivo da OceanGate Expeditions, Stockton Rush; o bilionário britânico Hamish Harding; o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho de 19 anos, Suleman; e o oceanógrafo francês Paul-Henri Nargeolet.

Não ficou imediatamente claro para onde os destroços estavam sendo levados.

Autoridades canadenses e norte-americanas anunciaram, na semana passada, investigações sobre o incidente, que levantou questões sobre a natureza não regulamentada de tais expedições.

O submersível de águas profundas operado pela OceanGate Expeditions foi descoberto em pedaços no fundo do mar a cerca de 488 metros da proa do Titanic por um veículo de mergulho robótico na semana passada, encerrando uma busca multinacional de cinco dias por sobreviventes.

“Nossa equipe concluiu com sucesso as operações offshore, mas ainda está em missão e estará em processo de desmobilização do Horizon Arctic esta manhã”, disse a Pelagic Research, que opera o veículo robótico, em comunicado. A companhia se recusou a comentar mais, citando razões de confidencialidade.

As filmagens também mostraram uma parte quebrada do casco e maquinário com fios pendurados sendo retirados do navio em St. John's, de onde partiu a expedição ao Titanic.

Fonte: EBC Internacional

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!