EBC Internacional

Batalha de Okinawa, no Japão, é lembrada 78 anos depois

EBC Internacional
Publicado em 24/06/2023, às 10h35

FacebookTwitterWhatsApp
Imagem Batalha de Okinawa, no Japão, é lembrada 78 anos depois

Moradores da província de Okinawa, no sudoeste do Japão, homenagearam os 78 anos de uma das batalhas mais terríveis da segunda guerra mundial, travada entre o extinto exército imperial japonês e as forças dos Estados Unidos. Mais de duzentas mil pessoas perderam suas vidas no confronto.

Os residentes das ilhas estão prestando homenagem às vítimas da batalha. Uma cerimônia foi realizada no Parque Memorial da Paz, na cidade de Itoman, local da batalha final. Centenas de pessoas compareceram ao ato e observaram um momento de silêncio. Okinawa reconhece 23 de junho de 1945 como o último dia do combate. 

O governador de Okinawa expressou seu compromisso com a paz. Tamaki Denny disse: “sempre soubemos em nossas almas que a própria vida é mais importante do que qualquer tesouro. Estamos unidos, como povo, no anseio pela paz. Acreditamos sinceramente que é nossa nobre missão testemunhar as lições dolorosas das inúmeras experiências de guerra e transmitir essas mensagens às gerações futuras.”

Paz e prosperidade

O primeiro-ministro Kishida Fumio também fez um discurso, onde afirmou: “A paz e a prosperidade que desfrutamos hoje foram construídas com o sacrifício de nossas vítimas da guerra e com a dor vivida pelo povo de Okinawa. Setenta e oito anos depois, aqueles eventos continuam gravados em nossos corações e nos curvamos às vítimas com serenidade e uma forte determinação de nunca mais repetir o horror da guerra.”

Okinawa abriga cerca de 70% das instalações militares dos EUA no Japão. O primeiro-ministro Kishida se comprometeu a fazer todo o possível para reduzir o fardo que isso traz à província.

Fonte: EBC Internacional

Comentários

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!