Uma orquestra de câmara tem feito sucesso na internet com versões de clássicos dos games, do cinema e de séries. A Orquestra Geek - Cordas da Cultura foi criada em Bertioga no ano de 2015 pelo violonista Brayan Aleksander Bunevich a partir de uma ideia acadêmica e hoje alcança milhares de pessoas por meio de um .

Participe dos nossos grupos 👉 http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

À época, com apenas 17 anos, Brayan lecionava música em um projeto da prefeitura da cidade e fundou o grupo de câmara. "O grupo se tornou um protótipo de orquestra e, com o tempo, passou a contar com os meus alunos e amigos músicos. Foi crescendo e todos adotaram a ideia do repertório geek, com temas de filmes, séries, games, a cultura jovem", afirmou.

Hoje, com 22 anos, Brayan conta com aproximadamente 25 pessoas na orquestra, entre amigos e alunos. O grupo apresenta-se em festivais e produz conteúdo musical para a internet. O , inclusive, foi o grande responsável pela expansão da visibilidade nas redes sociais durante a quarentena e alcançou mais de mil seguidores em poucos meses.

O primeiro videoclipe da orquestra é uma versão da música tema do game Mortal Kombat, gravado poucos meses antes da quarentena. "Os ensaios foram congelados e nós decidimos focar na divulgação online. A ideia é produzir videoclipes de todo o nosso repertório, mas o Mortal Kombat foi o mais pedido em nossos shows de 2019 e nunca tínhamos visto uma versão orquestral com esse peso, do metal".

A produção contou com apoio da Viabiliza Music, Cordas da Cultura Produções e Imigrantes Filmes. Além do videoclipe, o grupo compartilha arranjos musicais e entrevistas com os músicos envolvidos no projeto no canal.

De três acordes à concertista

Um dos músicos integrantes teve o primeiro contato com violão no projeto e em 2019 conquistou o 6º lugar no Concurso de Violão Souza Lima, em São Paulo. Allan Pereira Santos, de 16 anos, conhecia apenas dois acordes quando ingressou no projeto de Brayan em 2017, aos 13 anos. "Praticamente iniciei junto com a orquestra. Tentei começar a aprender pela internet e estourei a corda do violão no primeiro dia", brincou o jovem.

Como a maioria dos envolvidos, o contato com Brayan partiu de um convite para assistir o grupo. "Assisti uma apresentação e virei aluno. Foi assim que a maioria começou". Hoje Allan 'tira de letra' a arte do violão e é considerado um dos prodígios do projeto.

Apadrinhamento

O projeto Cordas da Cultura foi reconhecido nacionalmente e, atualmente, faz parte do projeto Orquestrando o Brasil, idealizado e coordenado pelo maestro João Carlos Martins, principal nome da música erudita brasileira, com apoio da Fundação Banco do Brasil e do SESI/SP e FIESP. "Somos a única orquestra da Baixada Santista dentro do Orquestrando o Brasil e temos total apoio da prefeitura de Bertioga", disse Brayan.

A orquestra se apresentou em grandes eventos no ano de 2019, como o evento geek Praia Games (Praia Grande) e o Mai Fest (São Paulo), além de eventos em Bertioga e no Sesi-SP, no qual possuem reconhecimento por meio do apoio do maestro João Carlos Martins.

O fundador e mantenedor da Orquestra Geek - Cordas da Cultura, Brayan Aleksander Bunevich, é pedagogo, músico violonista, especialista na área de música antiga e de câmara, pós-graduando em regência orquestral e professor de violão erudito há 8 anos.